© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Aloysio Nunes,vá para...Paris

May 7, 2017

 

Boas notícias, chanceler Aloysio.

O Macron ganhou as eleições na França, oui monsieur!  A Le Pen perdeu, ela que queria "devolver" os muçulmanos aos seus países de origem, porque na França eles estão fazendo terrorismo.

A Le Pen achava que os seus conterrâneos nunca seriam tão suicidas de aceitar gente que se comporta como inimiga, forçando a França a concordar com sua cultura agressiva e modo de vida que maltrata as mulheres.

Os muçulmanos do Isis são os novos nazistas do mundo, se preparando para a guerra de conquista do ocidente, a liquidação dos judeus e de Israel. 

 

Não sou eu quem faz essas afirmações - são eles mesmos que proclamam

suas intenções claramente e que invadem países disfarçados de “refugiados”. Eles nos desprezam, a nós, do mundo do lado de cá. E como reagimos?

Aliás nós, não - mas como reage o governo brasileiro? Ele aprova a Lei da Migração, que abre as fronteiras para quantos muçulmanos desejarem.

Sem controle. E ainda os apoiam politicamente, com privilégios e bolsa família.

Esse governo Temer/Aloysio é anti-patriota, as consequências das concessões criadas pela Lei de Migração vão mudar- para pior - a cara do Brasil. 

 

Que benefícios vão-nos trazer esses muçulmanos, quando aqui chegados?

Nós, que já enfrentamos essa crise econômica profunda, com 15 milhões de desempregados? Sempre imaginei como fantasia as falácias que acusavam Israel e os judeus de manejarem os cordéis do poder no mundo, eles donos dos bancos, das grandes empresas, da cultura...Se isso fosse verdade,

como eles foram tão incompetentes em relação à invasão do Brasil pelos muçulmanos? 

 

Algumas hipóteses. Os judeus não dão nenhuma importância ao Brasil. Por isso, deixaram nossa política externa rolar ao vento, sem interferir.

Outra: os comunistas ganharam a batalha aqui, o Aloysio e seus colegas comunistas (...ou negocistas?) jogaram pesado para aprovar a Lei da Migração, com muito dinheiro árabe trocando de mãos em todas instâncias políticas.

E chegando agora ao Temer, também cooptado. Essa guerra, o Brasil já perdeu. A França, com o Macron vitorioso, também perdeu. E as urnas eletrônicas ainda valendo aqui, estamos definitivamente nocaute. C’est la merde.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Um táxi chamado Brasil

February 25, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square