© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Lei antiterror que puniu terroristas islâmicos na Hashtag inocentaria milícias pró-PT que fizessem o mesmo

May 8, 2017

O juiz federal Marcos Josegrei da Silva, da 14ª Vara Federal, em Curitiba, usou pela primeira vez a nova Lei Antiterror brasileira para condenar oito acusados de terrorismo na Operação Hashtag. As informações são do Estadão.

 

“Há expressa referência a centenas de diálogos, imagens, vídeos e postagens realizadas diretamente e/ou compartilhadas pelos denunciados que demonstrariam os indícios materialidade de autoria do crime previsto no artigo 3o da Lei no 13.260/16, na modalidade de promoção de organização terrorista”, diz o juiz na sentença emitida na última quinta (4).

 

Ótimo. Pena que isso tenha aplicação seletiva.

 

Com a lei mesmo determina, o terrorismo deve ser punido. Mas por causa dos espertalhões da extrema-esquerda, muitos meteram a mão boba na lei e estabeleceram exceções: movimentos sociais estão livres para praticar atos terroristas e, portanto, a lei não se aplica a eles.

 

Vale a pergunta: se o Estado Islâmico se classificar como movimento social, pode explodir gente, degolar e estuprar à vontade no Brasil?

 

Na quarta (10), vai acontecer o depoimento de Lula a Sergio Moro. Os petistas pretendem tocar o terror. Quem sabe podem até praticar violência contra Moro. A lei antiterror libera a prática aos “movimentos sociais”.

 

No dia 28/4, milícias pró-PT vandalizaram diversas cidades, bateram em pessoas nos aeroportos, queimaram pneus e fecharam vias. Puro terrorismo. Mas puderam praticar tudo isso impunemente, pois a lei antiterror não se aplica a eles.

 

Dá para tolerar isso?

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O poder paralelo

November 16, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square