© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Cabeça de juiz...

May 11, 2017

Um antigo ditado, muito antes do ultrassom, do computador pessoal e da internet dizia o seguinte  - “De barriga de mulher e cabeça de juiz, ninguém sabe o que vai sair”.

Depois do interrogatório de Lula que gerou um depoimento de cinco horas, sobre a acusação dele ter sido favorecido por empresário da construção enquanto ainda era presidente da república, o que caracteriza corrupção passiva ( e outros crimes ), o Brasil continua dividido. Pior, aumentou ainda o fogo mantido a gasolina por causa dessa divisão criada pelo PT/Lula, a chamada “entre nós e eles”, ou “rico x pobre”.
Os sites de esquerda mantidos pelo PT e amigos garantem que Lula deu um show no espetáculo e foi vitorioso, esculhambando com o Juiz Moro e mostrando que a mídia, a imprensa, a TV Globo para ser mais específico, é a culpada de todas essas acusações a Lula.O ex-presidente também tentou mostrar que o Renato Duque o acusou sem provas. Enfim, a esquerda garante que a Lava Jato acabou e que Sérgio Moro foi colocado em seu devido lugar.

 

Por outro lado, no Facebook, redes sociais, nas conversas com gente mais integrada ao noticiário e com a capacidade de raciocinar e discernir sobre matérias, julgamentos e política, enfim, a maioria das pessoas decentes, pois não existe no Brasil uma direita organizada, acredita que Lula foi rebaixado, pois falou mentiras sem parar e entrou em várias contradições.

 

O Ricardo Rangel produtor de filmes e documentários disse “este é o país da piada pronta, pois Lula está sendo acusado pela Lava Jato por receber vantagens de empresários e vai ao tribunal se defender num jatinho de empresário”. Trágico e patético o que Lula faz.

 

Outro jornalista do bem, Erick Bretas,anos de TV Globo,um cara isento, consciente,claro e honesto em suas argumentações, disse “A esta altura mesmo o petismo mais linha dura já se deu conta da catástrofe que foi o desempenho de Lula em seu primeiro encontro com Sérgio Moro”.

 

Enfim, quem venceu? Todo mundo discute nesta quinta-feira, 11 de maio, anno domini (acho o máximo a pronúncia desse latim), vitoriosos e derrotados, torcedores e juiz, lutadores e palpiteiros, os famosos ‘perus’ de jogatina.

 

Pessoal, vamos criar vergonha na cara e tentar entender e palpitar com um pouco mais de qualidade, precisão e decência. Esse processo, o maior da história da república, que visa enquadrar, prender e condenar corruptos, não importa se políticos ou milionários, não é um espetáculo nem uma partida de futebol.Trata-se de um julgamento. E um julgamento de um ex-presidente. Não tem vitoriosos, todos já perderam a briga,o Lula porque é réu e entrou em contradição no interrogatório ,os empresários porque corromperam e desviaram dinheiro público, o povo porque deu esse dinheiro para eles, a república porque criou essa abertura para as elites brasileiras, e a falsa democracia brasileira que inventou esse congresso nacional extremamente desonesto, para falar o mínimo.

 

Portanto, não haverá vitoriosos. Nesse primeiro processo no qual o Lula é réu, receber um apartamento triplex de construtora beneficiada em seu governo, o resultado é ainda um segredo. A cabeça do juiz Sérgio Moro está trabalhando. Ele sabe tudo isso que sabemos, que lemos nos jornais, revistas, vemos na TV, e nas mídias sociais da internet. Ele sabe tudo sobre os autos, muito, mas muito mais do que sabemos.E só ele poderá e deverá soltar a sentença de condenação ou absolvição do réu Luis Inacio Lula da Silva.

Precisamos esperar uns 90 dias para ver o que vai acontecer.

Dr. Moro deve ainda ouvir as benditas 87 testemunhas exigidas pela defesa.

Ninguém sabe o que sai da cabeça de juiz. É preciso paciência e confiança no magistrado.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O poder paralelo

November 16, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square