© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Trump,presidente do Brasil?

June 5, 2017

Eu detestava esse sujeito. O cabelo plastificado, parecendo peruca. A arrogância dele, como quem despreza os outros. A fortuna feita de jogadas. Enfim, fora Trump ! 

Se eu fosse americano, talvez tivesse votado na Hillary. E agora, que já falei bastante mal dele, tenho que lamentar alto e me arrepender. Jogo cinzas sobre minha cabeça e clamo por misericórdia. Espero que o Trump me perdoe. E digo, como o FHC, esqueça tudo o que eu falei e escrevi. Em cada gesto político o Trump me agrada mais. Até quando ele pegou, meio forçado e brincalhão, no braço do Macron, obrigando o engomado presidente francês a sorrir constrangido. E o Trump está cumprindo cada promessa de campanha. Está propondo uma redução de impostos para os americanos, principalmente no Imposto de Renda, tanto para as pessoas físicas quanto às jurídicas. Vai atrair com isso os investidores para o mais revolucionário projeto a ser implantado nos Estados Unidos. Isso é que é ser liberal: mais dinheiro no bolso do cidadão, menos para o Estado perdulário e injusto. Mais poupança. E vai zerar a taxa sobre heranças e doações. (Leia isto, Temer, enquanto você continua presidente!)

 

As últimas decisões dele me fizeram levantar da cadeira e bater palmas. Hurra, os Estados Unidos não querem mais financiar a NATO. Nem continuar no Acordo Climático, denunciando assim as manobras vigarísticas dos cientistas do apocalipse, que vivem de proclamar ao mundo a desgraça planetária por conta do aquecimento global. Deu um tranco no Putin, apertou a Merkel num canto, assumiu sem constrangimento que ele, Trump, tinha sido eleito pelos americanos para dar segurança e trabalho especialmente para os...americanos. 

 

Todo politico tem seu lado hipócrita, questão de necessidade. Mas no Trump, até agora, este aspecto está desaparecido, não faz parte da personalidade dele. Como consequência, a direita americana - ou seria a esquerda, com outro nome? - está borbulhando de ódio. Os globalistas se reúnem nos porões, decidindo como acabar com o maldito Trump, que lhes atrapalha os negócios e as ambições de âmbito mundial. Enquanto que aqui o desemprego sobe por minuto, nos USA dele, a taxa de desemprego é a menor dos últimos  10 anos. Pena que o Trump não seja brasileiro!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O bezerro de ouro e a liderança política

November 12, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square