© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Partido NOVO e João Amoedo: o banqueiro que criou um partido para chamar de seu (parte 01)

June 14, 2017

João Amoedo, criador do Partido Novo, enxerga a política como um mercado, seu partido como uma empresa e os filiados do Novo como seus funcionários.

Cansado de ganhar milhões no mercado financeiro (é um dos banqueiros donos do Grupo Itaú), resolveu investir na política. Acreditando no futuro do Brasil, criou, em 2015, uma offshore nas Bahamas para proteger seu rico dinheirinho.

 

 

O homem que quer dar lições de liberalismo ao país é incapaz de fazer qualquer crítica ao mercado financeiro nacional, concentrado nas mãos de 5 (cinco) grandes bancos (Itaú, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Santander e Bradesco). Afinal, ser banqueiro e usufruir das delícias de um mercado sem concorrência não é para qualquer um.

 

Comportando-se como o ombudsman da política nacional, criticou o jornalista e deputado federal pelo Estado do Paraná, Paulo Martins, porque este disse que não havia partidos relevantes de direita no Brasil. João Amoedo sempre fez questão de frisar que o Novo – assim como o PSD de Kassab – não era nem de direita nem de esquerda nem de centro. E, no entanto, quando Martins fez a afirmação óbvia de que não há partidos relevantes de direita no cenário político nacional, Amoedo subiu nas tamancas e passou uma carraspana no jornalista, pois ele teria se esquecido de mencionar o Partido Novo.

 

Onde estava João Amoedo quando Paulo Martins era uma das únicas vozes do país a denunciar os crimes do PT, no auge do petismo? Criticar os outros é fácil, difícil é fazer a lição de casa.

 

Por que João Amoedo jamais teceu qualquer crítica pública aos seus sócios no Banco Itaú? Vejamos quem são os parceiros de João Amoedo em seus negócios: Ana Villela (dona do Instituto Alana, ONG esquerdista que quer acabar com a liberdade de imprensa no Brasil), Neca Setúbal (educadora discípula de Paulo Freire e de sua pedagogia do oprimido, quer transformar as crianças em militantes comunistas; conselheira e financiadora de Marina Silva) e os irmãos Moreira Salles (cineastas que promovem Che Guevara; proprietários da Revista Piauí, a revista oficial da esquerda nacional; e, last but not least, exploradores das reservas de nióbio no Brasil).

 

João Amoedo, o dono do Partido Novo, o homem que comanda seu partido com mãos de ferro tal como Lênin e seu centralismo democrático. Liberal si, pero no tanto.  

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square