© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

A Pátria Aleijada.

July 25, 2017

Numa guerra, a idéia é eliminar o outro. Sem discutir, sem buscar um caminho de conciliação. O objetivo é tirar o inimigo da frente, prostrando-o sem apelação. Chegamos a esse ponto de guerra explícita no Brasil. Qualquer político de má fé, que antes podia ser só um adversário, hoje é o inimigo que desejamos seja atropelado por uma jamanta .Ou pela dura lei, sem mercê. 

O empresário ladrão, nós o queremos julgado sumariamente e jogado na cadeia, atrás de arame farpado. 

 

Como chegamos a este ponto de grave ruptura? Simples: a máfia que juntou os políticos e os empresários do business da corrupção, exagerou demais - e no seu desvario, declaram guerra contra nós. Assaltaram sem limites. Todos os conhecemos, suas caras aparecem nas fotos, vídeos e temos vontade de sumir com eles. Literalmente. 

 

Ficou nítido que o regime que vige aqui não é o democrático, o real: mas um simulacro, uma falsificação de democracia. Eles torcem maliciosamente as regras da Constituição contra nós, querem manter seu poder intacto, sem contraste, nós como seus escravos. Estamos esmagados  num abraço de polvo. E novas eleições não vão adiantar. 

 

O inimigo está infiltrado na máquina pública  e se prepara para ganhar mais uma batalha: os candidatos já chegam com uma cartilha onde estão anotados compromissos de obras e leis que nos vão roubar não só mais dinheiro, mas a vontade de reagir contra eles.  

 

Os partidos estão podres, grandes árvores secas onde se penduram políticos cínicos e satisfeitos. Eleições para que, se até as urnas são fraudáveis? O que nos resta é a Revolução. Mas até as armas nos foram negadas, eles pensaram em tudo. Este Brasil, coitado, faliu. A Justiça, sonhamos, está nas mãos de Deus, queremos confiar nessa entidade divina que finalmente irá condenar os culpados. A esse ponto chegamos em nosso desânimo.

 

Onde está o líder que pode botar fogo neste circo de horrores que estamos vivendo, mal e porcamente, sempre com medo de um golpe que vai-nos jogar ainda mais baixo, ao nível da Venezuela? Alguém que seja capaz de chacoalhar a inércia em que jazem nossas Forças Armadas, provocando seu ânimo para a maior missão de suas vidas: promover no Brasil a verdadeira Democracia?

Mas primeiro liquidando exemplarmente os culpados pela sujeição em que fomos jogados por tantos anos de miséria física e moral.

 

Esta é a Guerra civil e militar de que  desesperadamente precisamos se queremos sobreviver como Nação livre.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O homem do controle social

December 7, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square