© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Ministro Fernando Coelho merece palmas ao propor a desestatização da Eletrobras

August 21, 2017

De acordo com a Reuters, a Eletrobras afirmou nesta segunda-feira que recebeu carta do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, em que propõe desestatização da elétrica ao Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República.

 

A companhia também lembrou que a efetivação da operação em referência depende de autorizações governamentais, avaliação das autorizações legais e regulatórias que serão necessárias, entre outros procedimentos, por ser tratar de sociedade de economia mista, de capital aberto.

 

Essa sim é uma bela notícia, pois se mata dois coelhos com uma cajadada. 

 

A verba obtida a partir da privatização serve para diminuir um pouco o rombo das contas públicas. Devíamos até começar a campanha: "desestatiza mais que tá pouco". 

 

O mais importante, porém, é que a partir do momento em que a Eletrobras sai da mãos do estado se reduz o potencial de que ela seja utilizada como forma de se cobrar propina de empresas privadas. Em suma, fora das mãos do Estado, fica difícil utilizar a estrutura da Eletrobras para cobrar propinas dos outros da mesma maneira que foram utilizadas empresas estatais como BNDES e Petrobras. 

 

De novo: "desestatiza mais que tá pouco". 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Um táxi chamado Brasil

February 25, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square