© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Cegueira,ignorância ou...

September 27, 2017

 

Muitos erram quando encaram o petismo como uma serie de ideias políticas para se mudar a realidade, como se fosse afeito às normas da política.

Trata-se de uma ideologia no sentido mais peçonhento da palavra, assim como foi o nazismo. Não uma ideologia para alcançar somente o Poder, mas lá encontrando fixar-se como num Reino absoluto, acima de qualquer ética possível.


Max encarou a ideologia como um mascaramento da realidade fundamental econômica, onde a classe dominante "oculta" os seus verdadeiros propósitos. Disse também que a ideologia pode servir como propósito de luta social, como vimos nos sindicatos e MST.


O petismo iniciou-se com um líder máximo, Lula e apoiou-se no refrão nós (os pobres) contra eles ( ricos ou poderosos). Simples assim, mas eficaz.


Nietzsche, Sorel, Pareto ocuparam-se de maneiras distintas a desmascarar a ideologia. A ideologia não revelaria à realidade social subjacente, mas seria somente uma forma de orientar normas para a ação. Estaria numa relação direta com a realidade social a ser mudada.


No início do petismo havia, de certo modo, este sentimento de mudança. Quando Lula estava no ápice do seu poder, sua política desandou de vez.

 

A carta de Palocci é ilustrativa: tratava de exigir subornos dos empresários para lesar ao povo com a mesma frieza com que negociava sondas petrolíferas... Conservava aos seus fiéis com a sua "pregação ideológica" como fazem os pastores evangélicos. Ficou tão apegado a estes interesses pessoais que não conseguiu ver a condição real da sociedade que começava a acordar do "sonho petista".


Com as delações a verdade do petismo começou a aparecer: ricos e poderosos não eram os combatidos por Lula, mas seriam os "novos explorados" na sua sana por mais riqueza. O povo que se contentasse com as "migalhas" da Bolsa Família "...


Os verdadeiros políticos (poucos) aliam às ideias e propõem uma "prática"(praxis) aliada a um pensamento lúcido, ou filosofia. Os ideólogos limitam-se a explorar o campo aberto pela sua ideologia ao seu proveito, desligados de valores quer sociais, quer ontológicos.


Mannheim distinguiu a ideologia parcial, com raiz psicológica, da ideologia total, com raiz social, igual a do petismo.


Se levarmos em conta as mortes causadas por roubar do povo o direito à Saúde, alimentação decente e emprego para sustento familiar, a ideologia petista fez mais vítimas do que o próprio nazismo e, ao contrario deste, ainda encontra seguidores dispostos a pregar em publico a defesa do indefensável Lula, um ideólogo bem sucedido com a sua insaciável eloquência e fome de mais Poder.

 

Aos que restam petistas fica a pergunta: Por conveniente cegueira, interesse, ou ignorância?

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Futurologices

November 14, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square