© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Dor contra dor.

September 30, 2017

                                   

 

                                       Um texto atual de 3 anos atrás

 

Me deu uma bruta dor nas costas. Fui ao Pronto-Socorro de madrugada, gemendo. O diagnóstico foi dor lombar, possivelmente, por stress. Dá-lhe injeção anti-inflamatória e sedativo forte. Dormi direto e no dia seguinte...

a dor voltou, igual.

 

Procurei então a um fisioterapeuta e agora vem a revelação. Ele disse que em caso de contratura, a única coisa que funciona é ir contra a dor...com mais dor. Ao invés de fugir dela, nos encolhendo, andando encurvados, a solução é mandar ver amassando o músculo contraído, esticando bem o condenado. E...deu certo. Duas, três sessões e eu já estava ok. 


Fiquei pensando : poxa, é igual ao nosso momento no Brasil, caso típico de contratura cívica. Nós fomos nos dobrando frente às manobras de um lula, vigaristinha vulgar, deixamos passar o tempo e o caso foi agravando até quase chegarmos à cadeira de rodas.

 
A receita que nos sobra agora é a do fisioterapeuta: meter a cara, ainda que doloridamente, contra tudo o que PT armou para nos ludibriar, roubar, ferir nossos direitos, nos empurrando para o comunismo argentário ou para uma guerra civil. Ninguém virá ao nosso socorro. Nem as forças amadas, nem os políticos. O judiciário, esperemos, talvez as delações premiadas, o Moro. 


Temos é que bater de frente com o PT, cada vez mais, dor contra dor. Expulsar essa cambada de bandidos, expulsar a Dilma Psicopata, expulsar o Lula Larápio - valendo tudo para essa libertação das armadilhas da Máfia do PT. Empregar delações premiadas, que nem a operação Mãos Limpas, na Itália. 


E manifestações, posts, proselitismo, pressão em cima desse senadinho mercenário, desobediência civil, greve geral, organização de grupos ativistas. Precisamos sair dessa fria. Impixe para a pessoa maldita, aprender como reagir ao Foro de São Paulo, entender como eles pensam e agem, seguir o exemplo de outros países que conseguiram vencer em sua luta contra a implantação da ditadura esquerdista. 


Aqui está tudo aparelhado. Temos que cumprir nosso destino por nós mesmos, num duro aprendizado de civismo. Dor, vamos ter que enfrentar este momento sabendo que vem ainda mais dor. Mas o PT e as figuras maléficas do PMDB vão acabar dançando no inferno. Inclusive a Fulana da rede, Marina (a tartaruga da floresta) que é igual ao Lula, de saias. 
 

Dizem que os heróis surgem quando mais se precisa deles. Sejamos então um pouco heróis, patriotas. Heroismo, patriotismo - palavras antigas, que agora ganham um novo e transcendente significado.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square