© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Hoje é teu dia, amanhã será o meu.

October 19, 2017

 

Ainda menino, em viagens de Araraquara para São Paulo e vice-versa, tomávamos um trem inesquecível. O monstro de ferro ficava bufando nas estações, soltando baforadas.

 

Na estação, vendiam maçãs argentinas, envolvidas artisticamente em papel de seda violeta-claro.

 

Podíamos sentir o perfume delas, espiando das janelas, com o vidro abaixado. Os bancos onde sentávamos eram de madeira brilhante, esfregados por todos que passaram por ali. Depois de umas tantas horas de sacolejo, a bunda começava a doer, precisava mudar de posição. Mas tudo bem.

 

Viajávamos então na segunda classe. Nem lembro se tinha terceira classe. Na época, tudo era aventura. Meu avô me levou, um dia para conhecer o senhor Vagão Restaurante e tomamos uma média e pãozinho com manteiga, que era mais barato.  Guardanapos de pano branco (linho?) e louças pesadas, para evitar que escorregassem quando o trem fazia curvas. Garçons engravatados. Falando a verdade, eu invejava duas coisas naquele trem: o assento de palhinha, dos da primeira classe e a maçã argentina que nunca pude experimentar. 

 

Hoje, como pessoa, de novo fui empurrado para uma eventual terceira ou quarta classe. Senti isso dramaticamente, depois que o Congresso absolveu nosso honesto senador Aécio Neves. E depois soube da história do seu colega senador Demóstenes Torres, também absolvido, com as provas contra ele destruídas por ordem do STF. Corrijo: stf, em minúsculas.

 

A razão de tal despautério foi o fato de que a PF conseguiu as provas de sua corrupção através de interceptações telefônicas - essas não autorizadas previamente pelo stf. Os juízes, ao invés de punir a PF, preferiram liquidar a fatura cancelando as provas do crime. O aparelho de triturar papel funcionou a favor do acusado e contra o seu acusador legal.

 

Dane-se a maçã argentina. Se eu tivesse algumas na mão, hoje, eu as jogaria na cabeça dos honrados juízes do stf.  Eu posso estar por baixo, agora, rebaixado pelos Aécio,  Demóstenes e "Suas Excelências" do nosso mais elevado tribunal.

Mas nunca esquecerei o acontecido. No dia em que a situação política mudar, porque “ O Mundo gira e a Lusitana roda” vou fazer questão de relembrar do acontecido.

 

Com raiva. E com nojo, também. 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Socialismo é estadolatria

January 23, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square