© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Voto fecal

November 18, 2017

Desta vez, nem foi preciso que Gilmar Mendes, o juiz laxante, interferisse: a própria politicalha resolveu soltar os cupinchas Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi.
Gilmar, infelizmente, ficou sem o bônus soltura.


Numa votação que envergonharia até a bandidos, 39 deputados da Alerj votaram pela revogação da prisão dos criminosos, num exemplo de corporativismo amoral e escroto.


Os três são do PMDB, e foi justamente o PMDB o maior responsável por livrar a cara dos amici: dez dos 39 votos são de corruptos do PMDB.

 

Picciani, para vergonha nacional, está de novo nas ruas, livre e solto.
Lembra o caso da Globo: é bandido julgando bandido.
E, claro, se inocentando.

 

O fedor insuportável de matéria fecal -a chamada merda- sai do Rio de Janeiro e empesteia o país.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Ode aos babacas

December 5, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square