© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Pesadelos noturnos, de dia.

November 27, 2017

 

 

Está sem sono? Difícil dormir? Pensando na merda que este país está vivendo? Então veja na Netflix a série Segunda Guerra Mundial. Lá você vai encontrar entendimento para todos os teus desgostos. O documentário dá um vôo rasante por cima do horror, de tudo que aconteceu naquela guerra. 

 

É assustador, espantoso. Eu já li muito sobre o assunto. Mas ler é uma coisa. Ver num documentário as imagens da Desgraça, da Morte e do Sofrimento e o relato mecânico do acontecido, é como abrir os olhos e despertar de um pesadelo para acordar acordar num outro, ainda pior.

 

O ser humano é impulsionado para praticar tudo que o faz desumano.

A violência, é seu meio de vida e usufruto do prazer perverso de causar o Mal. O encadeamento dos fatos terríveis da 2a. Grande Guerra tira o ar do pulmão de quem tenta acompanhar as imagens da catástrofe, querendo compreender. 

 

Esta já é a terceira noite que durmo, sem dormir, mergulhado na sala do mistério. Como uma espécie de consolo, Plutarco diz da Vida e da Morte: 

“Perambular sem rumo à princípio, trilhando fatigado, em círculos, caminhos assustadores, escuros, que levam a lugar nenhum, então, imediatamente antes do final, todas as coisas terríveis - pânico, e temor, suor e espanto.

E então, uma luz maravilhosa vem ao nosso encontro, regiões e prados puros estão ali para nos receber, com sons e danças, e palavras solenes

e sagradas e visões santas.” 

 

Talvez seja mesmo essa ânsia que nos impulsiona, buscando o inevitável final como o paraíso que se deseja, sabendo que ele só pode ser encontrado depois de “trilhar fatigado, em círculos, por caminhos assustadores”.

A humanidade não quer a vida, e sonha com a morte. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Pelé,Xuxa e Greta Thunberg

December 13, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square