© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

O vendedor de greves e Maquiavel

December 14, 2017

 

 

O outrora tapado vendedor de greves do ABC, Luis Inácio da Silva, se orgulhava, fazendo tipo, de ser preguiçoso e jamais ter lido um livro em toda a vida.

 

Pode ser, mas ouviu e assimilou bem uma das pérolas de Maquiavel, a que aconselha a dividir para conquistar. Ou uma outra, a de que os fins justificam os meios. Essa foi sua estratégia, seguida com afinco, durante toda a carreira. Ora colocando nordestinos contra sulistas, ora pobres contra ricos, ora gays contra heteros, Lula seguiu em frente, contando com a ingenuidade alheia.

 

E, não raras vezes, teve sucesso. Ele próprio, entretanto, embusteiro que é, jamais acreditou em nada disso. Enquanto esbravejava ao povaréu incauto sobre sua origem humilde, enriquecia nas maracutaias com empresários poderosos, os famosos "patrões" que sempre hostilizou.

 

Afirmar que Lula teve ou tem qualquer ideologia é uma piada grotesca. Ladino e oportunista, apenas se apropriou da esquerda, que servia para seus fins. E Lula e o Partido dos Trabalhadores são a mesma coisa.

A prova cabal é que os verdadeiros ideólogos da esquerda, como Hélio Bicudo, abandonaram o partido de fachada assim que perceberam o engodo. O pesadelo de todo gangster politico -e isso Maquiavel sabia muito bem- é a união do povo, mesmo com ideologias diferentes.

 

Direita, esquerda, centro, ou seja que for, não tem lá grande importância quando a nação é ameaçada em seu desenvolvimento como é o Brasil hoje.

 

Para simplificar, a gangue de Renan manda, desmanda e escarnece.

São os déspotas de Maquiavel. Sem princípio e sem moral, sempre estiveram na história do país. Partir do princípio maniqueísta de que apenas nós estamos certos, mocinhos do filme, e eles errados, os bandidos, é de uma burrice imensa.

 

E não é nada democrático, por falar nisso.

 

Ou que toda a direita ou esquerda não presta idem. É isso exatamente o que a quadrilha encastelada no poder quer: ódio, conflito, intolerância...e divisão. Só assim conseguem se manter no poder.

 

Se o povo se unir, deixando pra resolver suas diferenças depois, fatalmente os tirará do poder.

São 206 milhões de brasileiros, lutando contra o mal comum.

Eles sabem disso. E tem medo.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A Pandemia Covid-19 e a Nova Ordem Mundial

March 24, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square