© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Assassinos, tremei.

December 20, 2017

 

Penso nas misérias da Venezuela e lembro das favelas do Brasil. Certa vez, no Rio, uma mãe sem ter comida para os filhos, sobrava só um ovo em casa, matou suas três crianças. E se suicidou. Mas antes, com o sangue das crianças, usado como tinta, escreveu na parede uma praga contra o Juscelino. Nunca consegui expulsar da minha memória aquela imagem da mãe desesperada.

 

Penso no Juscelino dentro do carro destroçado, no desastre onde ele morreu. Será que em seus últimos momentos apareceu para ele aquela mãe, numa imagem estática junto com  seus três filhos, perfilados,  observando atentamente sua respiração agoniada, tudo como numa foto amarelecida, do passado? 

 

Será que nos um ou dois segundos, perto do fim, o tempo pode se esticar, transformando-se num inferno que dure uma eternidade? Nesse caso, pagaríamos aqui por todos nossos pecados, julgados por nossa própria memória e consciência? 

 

Penso no Maduro, agora. No Lula. No Gilmar e tantos outros. E não os quero nus e amarrados em cima de um formigueiro, seus corpos besuntados de mel, eles com suas carnes arrancadas por formigas carnívoras.  

 

Eu os quero vivos e entendedores daquilo que foram e fizeram. E que a vingança divina os recolham para uma eternidade  de sofrimento, o mesmo que provocaram naqueles que foram suas vítimas.

 

A visão da criança no caixãozinho, morrida de fome, num casebre venezuelano, gera em mim uma vontade incontrolável de meter uma bala na cabeça de todos os maduros que nos levaram para seus mundos de psicopatia e violência.

 

Mas ficamos assim, amargando nosso ódio, impotentes, esperando um milagre que nos convença que é triste o destino dos homens maus.

E enquanto isso, sofremos, sabendo que - no fundo - caberia  a nós a vingança de todos os que não tem como se vingar.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Cracolândia em guerra

January 17, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square