© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Os caroneiros

January 4, 2018

O mais típico caroneiro de hoje em dia é o Temer, vice uma vez e depois vice de novo. Ele “pegou rabeira” nas eleições que levaram o pt ao poder. E sentou no trono do Brasil, guindado pelo impiche da colega Dilma. Logo, Temer é de coração e de obrigação um petista travestido de peemedebista.

 

Nós tivemos que aceitá-lo, de cabeça baixa, na falta de alternativa. Era ele ou o país poderia entrar em conflagração. E o reinado do ilustríssimo correspondeu às expectativas. O Temer tem hoje sua popularidade em menos de 3%. Igual como a de seus ministros, alguns deles, citados na Lava Jato. 

 

A popularidade desses políticos rivaliza com aquela de alguns ministros do STF. Especialmente um certo juiz que não passou pelo exame de juiz, o Toffoli, um expert em "administrar" eleições.  O juiz Lewandovski é outro, este indicado pela falecida esposa do lula. O Gilmar, o Barroso...todos dançando a mesma valsa, no salão. 

 

Na justiça e na política, juizes e políticos embolam no meio de campo, disputando os últimos lugares no respeito do povo. Nós, que vamos navegando no porão dessa caravela chamada Brasil, sem direito à janelinha, não estranhamos mais nada. Ou, sim, estranhamos um pouco. 

 

Li que o vice do Dória, o Covinhas, votou a favor do projeto que deu nome a um viaduto, dedicado  à falecida Dona Marisa. Quem sabe, no futuro, ele venha a

propor outra homenagem, desta vez para a Rosemari Noronha, para eternizar o nome dessa importantíssima senhora em outro viaduto. Ou marginal, quem sabe. 

 

O Covinhas, fantasiado de gari, vassoura na mão, era aquele que acompanhava o Dória nos trabalhos de limpeza da cidade, com um sorriso fixo no rosto, parecendo constrangido por não saber seu papel naquele ridículo momento de...vice? Não consigo rir dessa palhaçada demagógica do Doria, que ganhou os corações e mentes de tantos paulistanos. 

 

Enquanto isso, o Dória vai agora derrapando em sua administração, ele que foi votado prefeito, quis ser votado presidente e foi enquadrado de novo como prefeito. Quanto ao Covinhas, ele tem sua utilidade; sempre a postos para  botar sua assinatura em qualquer papel mandado pelo seu valoroso patrão Dória. 

 

Estamos mal de gente, neste gigantesco país, com tantos homens públicos minúsculos. 

Mas presidentecos, juizecos, prefeitecos, ministrecos, vice-vices e etc...aahhh...isso temos de montão. Quem sabe, revirando todo esse lixo, algum nome possa ser pinçado. Sem vice. E se o eleito for um dia impichado...novas eleições, rapidinho. Sai mais barato.


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Ode aos babacas

December 5, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square