© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

A democracia do Chavismo boliviano

January 9, 2018

 

Se comparo a Bolívia ao meu país, a Venezuela, os extremos das pessoas que comem do lixo ainda não são vistos, mas a gênese totalitária de Evo Morales e seus acólitos do seu partido politico (MAS) que acreditam ter o direito de manter o poder para sempre é inegável.

 

Para isso o Evismo atropela a Constituição, têm um parlamento "prático" que aprova tudo, e um Poder Judiciário escolhido a dedo pelo ditador. Morales, se apega firmemente ao poder e para isso viola até a sua própria Constituição, que foi promulgada pelo ditador na cidade de El Alto em 7 de fevereiro de 2009.

Evo construiu uma liderança messiânica, um culto doentio da sua personalidade e mostra o tempo todo nessa declaração falaciosa sua:

"O processo de mudança sou eu".

 

O ditador adorado por seus servos por sua suposta "clarividência", confirma com sua conduta o que não é senão a sua verdadeira intenção, a tomada e a preservação indefinida do poder total.

 

Médicos em greve já há quase 50 dias, protestos, estradas bloqueadas, frente aos abusos de Evo e seu novo Código Penal que, entre seus artigos, criminaliza o protesto e a liberdade de expressão.

Os médicos que estão em greve gritam nas ruas: (diante da indiferença do regime que quer bater neles como naqueles bolivianos com deficiência psicomotora que o ditador ordenou despejar das ruas de La Paz):

-A Bolívia não é a Venezuela".

Me lembro que no início dos anos 90, quando ainda eu era muito pequena os venezuelanos gritaram em Caracas:

"A Venezuela não é Cuba ..."

 

Evo, e seus capangas gritam para os quatro ventos que chegaram ao poder para ficar. Se as leis que eles mesmos promulgaram são úteis, bem, se não, descartam, ou as declaram inconstitucionais. Com a última decisão de seu próprio tribunal de Justiça que aprovou a reeleição indefinida -apesar do mandato do povo na votação de 21 de fevereiro de 2016 que encerrou esse caminho- Evo Morales tem luz verde para se candidatar perpetuamente.

 

A Bolívia está afundada na barbárie do totalitarismo e na descrença e inatividade daqueles que devem assumir seu papel de oposição.

-Já não acreditam na possibilidade de mudanças com Votos ?

-Ou se renderam frente ao negócio do ditador?

A pior fase é quando os Bolivarianos começam a perder o apoio popular e seus aliados é aí que o seu disfarce democrático começa a cair.

 

Não há pior ditadura do que essa do Foro de Sao Paulo disfarçada de democracia e os venezuelanos conhecem muito bem.

 

Pelo menos os ditadores clássicos tiveram a coragem de mostrar seus rostos e se mostrarem como tais.

Eles fecharam o congresso, não o co-optaram.

Eles tomaram o poder judiciário, não subordinaram.

Eles colocaram auditores nas governanças e prefeituras, não as derrubaram com suas armadilhas legais.

Eles assumiram o poder executivo com chumbo e sangue e morreram em nome da ditadura. 

Eles não esconderam suas garras sujas na roupa bonita da democracia

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square