© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Antígenos contra a corrupção

January 10, 2018

 

Antígeno é definido pelo Google, como “...uma substância estranha ao organismo que desencadeia a produção de anti-corpos.”  Quando o corpo é atacado por uma infecção, começa a batalha dos antígenos para defender o corpo.

 

O Diogo, é um antígeno. O Villa é outro. Augusto Nunes, o Boechat, Reinaldo Azevedo. O Moro, na  Justiça. No caso do Diogo ele mourejou uns 10 anos na Veja, antes de fazer o Antagonista. Sempre colocando os pecados do pt sob a iluminação de sua inteligência infatigável. O Villa, que passou a dar aulas de história na rádio e tv, linkando os assuntos políticos didaticamente, para nossa melhor compreensão. O Brasil tirou a sorte grande ao contar com todo esse pessoal.

 

Sei que estou sendo injusto aqui com muita gente boa, outros nomes estão faltando nesta lista e que não me ocorrem neste exato momento. Mas o fato geral que interessa é: a imundície do pt e da psicopatia do lula prosperaram só até um certo ponto. Dia 24, o julgamento do ladrão pode marcar o início de desmanchamento definitivo do pt, esse partido criminoso. 

 

Hoje há uma reação nacional maciça contra a corrupção infecciosa da classe política. Não podemos nos tornar uma Venezuela, esse o resumo.

A corrupção do pt e seus associados mais parece um encanamento de esgoto que se quebrou, jorrando continuamente merda liquefeita que já inundou o banheiro, vazando para a sala de visitas, a cozinha, toda a casa.

Muitos fazem questão de ignorar esse fato, por fanatismo, falta de informação  ou cumplicidade. Mas a limpeza já está em andamento. Haja creolina.

  

Os políticos não funcionaram como antígenos. Ao contrário. O Aécio é o exemplo clássico do traidor de nossa confiança ingênua nessa classe de gente só comprometida consigo mesma e com suas tramóias.

Mas estamos conseguindo, numa ação que segue crescendo, conscientizar os do povo que faziam questão de se manter intocados pelas verdades reveladas. 

 

Mesmo indo contra algumas mídias relutantes e ligadas a interesses escusos, vamos progredindo. Eles, nossos adversários (inimigos?) refluem. Temos que manter a pressão. Não adianta clamar aos outros para que levantem suas bundas da poltrona. Cada um tem que levantar a sua e agir.

Tem tudo para ser feito. Não se reconstrói um país com alienados e covardes. A Nação está chamando.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Um táxi chamado Brasil

February 25, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square