© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Inimigo é inimigo.

January 25, 2018

 

Para neutralizar um oponente, num encontro armado, o que a polícia americana recomenda ? Que o policial acerte dois tiros na barriga do atacante. E quando o fulano se dobrar em dor, disparar no meio da cabeça dele, bem no meio da moleira. Só assim o inimigo deixa de ser uma ameaça. Atirar nas pernas, ou nos braços do outro é uma fantasia: além de ser um disparo difícil, ele pode continuar atirando. Ou seja, numa confrontação não podem haver considerações humanitárias. Inimigo é inimigo, é ele quem tem que cair.

 

Quem é nosso inimigo? É o esquerdismo do Foro de São Paulo. O lula, que é a cabeça da jararaca, está momentaneamente desorientada. Levou 3 tiros mas ainda está se arrastando. E isso alertou um Butantã inteiro, todas as cobras venenosas se puseram acordadas, prontas para atacar.

 

Elas estão aparelhadas no STF, no MST, no BNDES, nos Ministérios, nas Universidades, nas televisões, jornais  - e talvez até nas Forças Armadas.

Agora o chavismo, as FARC, lubrificam suas armas, se preparando para o combate que sabiam estava para irromper - mas não contavam com  a derrota do lula, que surpreendeu essas forças, obrigando-os a acelerar suas estratégias.

 

A Venezuela, nosso país vizinho sufocado por forças orientadas pelos cubanos, hoje amarga o comunismo sanguinário do ditador Maduro, que força o povo até a miséria da fome, tudo controlado por seu regime implacável. Para derrubar essa ditadura, só pela força das armas e o estrangulamento coordenado de outros países que professam o culto da liberdade democrática. (A América do Trump?) Apesar do sacrifício patriótico da juventude venezuelana, lutando uma guerra de maquís, como Paris sob o jugo nazista, Maduro continua a impor seu regime sanguinário.

 

Nossa urgência e prioridade de defesa, aqui, é o ataque. Temos que organizar uma ofensiva anti-Foro de São Paulo. São muitos os  inimigos internos, a maioria travestida de defensores do direito e da liberdade: os políticos corruptos, os sindicalistas, os vendidos de sempre.

 

Seguindo a teoria dos policiais americanos, temos primeiro de acabar com a cobra-mãe, o lula. Persegui-la com um porrete nas mãos e estraçalhar cada pedaço dela. E sucessivamente cada petista óbvio ou disfarçado.

Lembrem-se: dois tiros na barriga e um na cabeça, essa é a regra.

Na guerra, ficar parado, agora, é perder a iniciativa. É se deixar morrer.

Sem piedade. Porque eles nunca tiveram e nem terão, piedade de nós.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Socialismo é estadolatria

January 23, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square