© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

O sultão e seu séquito

February 7, 2018

 

Tia Dida tem quase 80 anos.
Todos os dias, faça chuva ou faça sol, ela ouve o rádio pela manhã. Noticiário.
O resultado, invariavelmente, é sempre tão certo quanto aumento de conta de luz: indignação com a politicalha suja.


Hoje, foi a vez de Michel Temer, o tampão.
Temer, feito sultão de filme classe B, vai levar uma comitiva de 60 funcionários para satisfazer suas necessidades carnavalescas. E as de sua princesa.
Serão seguranças, babás, garçons, cozinheiros, camareiras...
Vão ser duas viagens em avião da FAB.
Marcela, a princesa, pediu 20 funcionários.


Tia Dida se pergunta, perplexa, para que a moça quer tanta gente. Educadamente, sugere que talvez para limpar sua bunda real em eventuais necessidades no banheiro.

O fato é que, no desgoverno Temer, que está com a popularidade em níveis siberianos -abaixo de zero- a zona em aviões da FAB é comum. 
Levar convidados para festinhas em aviões da FAB é ilegal, diga-se de passagem, mas isso não é problema para a politicalha, sem medo de ser feliz.
Quintela, ministro de Temer, por exemplo, já chegou a levar num único voo 25 ilegales.

 

Tia Dida, talvez ingenuamente, me pergunta irritada quem foi que elegeu e colocou esse incompetente na cadeira de presidente.
Não sei responder. Eu é que não fui.
E não conheço ninguém que tenha votado nele pra isso.
Mistérios do Brasil.


Enquanto isso, a massa ignara já começa a pular seu carnaval,
longe dos problemas.
Que se divirta.


Povo feliz é aquele que ignora a distante quarta feira de cinzas.
E a foice da fatura do cartão de crédito que vem com ela.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A República dos Criminosos

December 12, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square