© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Nefasta realidade

February 14, 2018

Se uma pessoa quiser saber as razões pelas quais o Brasil ser considerado um país da impunidade - quase total - e da farta bandidagem, também precisa dar uma olhadela nas nossas instituições e verá uma nefasta realidade: a justiça brasileira foi aparelhada e, hoje, boa parte de seus integrantes trabalha, digo, milita, com a cartilha do marxismo cultural debaixo do braço.

 

Basta acompanharmos as esdrúxulas teses defendidas por promotores, juízes etc.

 

Existe uma mentalidade já em fase de consolidação onde o bandido é um pobrezinho sem chance em seu destino no cruel capitalismo ( inexistente no Brasil) e que ele não tem má intenção alguma quando comete um crime, foi apenas um passo errado e sem muita importância; que cadeia não é a solução e que artesanato resolve.

 

Neste caso, “em parecer da Promotoria de Justiça, representante do Ministério Público do Amazonas", a Promotora Laís Rejane de Carvalho recomendou a não concessão da prisão preventiva dos acusados alegando que os acusados não tiveram a intenção de matar, “mas sim uma tentativa de afugentar os policiais do local, com o tiro disparado na direção à parte dianteira do veículo.”, disse a promotora.

 

Eu espero que esta senhora nunca tenha que passar pela mesma situação; estar em seu carro quando este for alvejado por um criminoso e depois um colega do Ministério Público, em parecer, dizer que na verdade o ocorrido não foi uma tentativa de homicídio contra a nobilíssima colega, mas uma tentativa de afastá-la de um processo no qual o pobre atirador responde como réu.

 

O Brasil está irremediavelmente perdido.

 

  

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square