© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Somos a Cuba da vez

February 18, 2018

 

Apavora-me a ingenuidade de um povo que está indo para a cova, cantando.

TUDO irá piorar, e não só em SP, primeiro destino dos venezuelanos.

Só inocentes, (na verdade tenho outra denominação para essa inércia, porém prefiro não falar).

 

Será que não percebem que as doenças que estão voltando á tona no Brasil, estão sendo trazidas por estes imigrantes refugiados, desde 2013, quando da vinda de haitianos, angolanos e outros, oriundos de países em guerra.

 

É sabido pelos brasileiros que a febre amarela estava erradicada, bem como o sarampo. 

 

Porém ontem, alguns jornais admitiram que o sarampo, entrou com os venezuelanos e já são 3 casos, o que eu duvido, deve ser muito mais, e o mesmo fato ocorreu com a febre amarela, sem dúvida.

Mas o brasileiro é bonzinho, acredita em tudo que a mídia diz a mando do governo comunista, que não está nem aí para seu povo.

 

O que me surpreende é que começarão a vacinação pelos imigrantes, enquanto os brasileiros ficam para depois....como se nós que pagamos impostos, não merecêssemos mais atenção, por direito óbvios adquiridos, pois além de pagadores de impostos somos filhos desta terra. Mas isso não conta mais.

 

Por isso jornalistas, políticos, artistas e intelectuais estão "na surdina"....enviando seus familiares para países protegidos destas epidemias. Só não vê quem não lê, e quem não quer.

 

Apavora-me o fato de que 90% dos brasileiros, que gosta de festas, limitam-se a trabalhar como jegues, a salários de fome, e depois de uma carga diária exaustiva, depois de enfrentar metrôs e ônibus lotados, sentam-se numa mesa de bar para curtir samba, axé, pagode, funk, frevo e carimbó, que lhes é oferecido em cada esquina do país para que relaxem e não pensem.

Sendo assim estes não sabem porque estão morrendo, aceitam o pão e circo como se fosse uma dádiva, mesmo que o pão já esteja escasso.

 

 

Isso tudo faz parte de um tratado que foi feito a portas fechadas, ou seja:

JÁ SOMOS A "PÁTRIA GRANDE", e que 90% dos brasileiros ainda não perceberam.

Não perceberam que mesmo diante de 12 milhões de desempregados, venezuelanos entrevistados numa praça de Roraima, dizem que não querem que lhes ofereçam comida, querem empregos.

Como assim? Se 12 milhões de brasileiros estão na mesma condição de miséria e desemprego?

 

É ou não é a consumação da PÁTRIA GRANDE?

Só não vê quem não quer, ou que apoia a esquerda maldita na implantação final do comunismo no Brasil.

 

É com dor que afirmo. Já somos a CUBA da vez, estamos pacíficos como o povo cubano, com a diferença de que eles sofrem calados, e aqui, o povo movido a festas, vai para o abate, cantando.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square