© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

A rainha e o sapo

March 20, 2018

 

 

A ministra Carmem Lúcia parece resistir bravamente às pressões da escória que quer livrar o condenado de Garanhus das grades.
Vai se aproximando a data do julgamento final das petições dos estafetas de lula no TRF4 e a galera do crime desorganizado de Brasília está em polvorosa.

Terminada essa derradeira fase do julgamento, o molusco estará pronto para ir pra frigideira.

Isso segundo as leis do país, mas não as da defesa de lula, que quer por força modificá-la. Por eles, evidentemente, ninguém jamais seria preso por crime algum.

 

Carmem se recusa a colocar em pauta uma nova discussão sobre a prisão em segunda instância, por acreditar que é inconstitucional.
A pressão é feita, naturalmente, para beneficiar alguns delinquentes, entre eles o mais pernicioso: lula da silva.
A ousadia dos quadrilheiros é surrealista, enquanto pretendem mudar a legislação em benefício próprio.


Um dos canalhas -que em 2016 havia votado pela manutenção da prisão em segunda instância- que mudou repentinamente de ideia a respeito é, claro, o fedido Gilmar Mendes.

O gajo estrebucha na cadeira e vocifera contra a colega Carmem, imbuído como sempre da mais altiva e nobre inspiração propineira.
E conspira para achar uma forma de colocar o assunto em pauta e livrar o patrão da cana.

Enquanto Carmem resistir, isso não acontecerá.
Aliás, segundo o Antagonista, a ministra vai ficando mais e mais furiosa.
Talvez, e apenas talvez, Gilmar vá ter uma surpresa.


Veremos.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O bezerro de ouro e a liderança política

November 12, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square