© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

O rei está nu!

March 21, 2018

Campinas, a menos de 100 quilômetros de São Paulo, com pouco mais de um milhão de habitantes na época, andava virada do avesso: registrava mais de 60 sequestros relâmpagos por mês; a polícia era obrigada a escolher a dedo os crimes que iria investigar porque não tinha nem tempo e nem recursos para atender a quantidade absurda de ocorrências; o roubo de carga se multiplicava nas rodovias, os homicídios se propagavam de dia e de noite numa matança sem fim.

Mário Covas, o governador, morrera de câncer e seu substituto, o médico anestesista Geraldo Alckmin, demorava a tomar pulso...Para se ter uma ideia da gravidade da situação, a CPI do Narcotráfico, tão logo instalada em Brasília, transferiu seu comando para Campinas onde permaneceu por quase um mês despachando, indiciando e prendendo as mais insuspeitas pessoas...

Em meio àquele clima de tensão, o governador Geraldo Alckmin reuniu-se com as lideranças empresariais de Campinas, anunciou várias providências para conter a onda de violência, entre as quais a instalação em mais 15 dias do 1º Infocrim no interior do estado...

Eu participava da reunião como jornalista (dirigia a Gazeta Mercantil na região), voltei para a redação indignado e escrevi: “O rei estava nu e ninguém sabia!”

INTELIGÊNCIA
Para quem não sabe, o Infocrim é um sistema informatizado que permite expandir e prover inteligência no combate ao crime...todas as ocorrências são armazenadas para formar um banco de dados sobre a criminalidade e será a interpretação desses dados que vai orientar a polícia na prevenção e na elucidação dos crimes...

Quer dizer, Campinas havia se transformado numa praça de guerra e a polícia e o estado combatiam o inimigo na base da improvisação e do desespero...quer dizer, o rei, aqui representado pelo governo do estado, estava nu, ou seja, completamente despreparado e desarmado para o combate...

Lembrei-me dessas coisas esses dias ao acompanhar o rumoroso caso da vereadora Marielle Franco, assassinada há oito dias no Rio de Janeiro, sem que, até agora, as instituições hoje responsáveis pela segurança do estado, da polícia civil às forças intervencionistas, passando ainda pela PM, pela PF, pelo Ministério Público, tenham encontrado uma resposta mais efetiva para a autoria do crime...

O RJ, aliás, tem dado sucessivas demonstrações que não adota inteligência no combate ao crime por mais absurdo que isso possa parecer...Causou estupor no mundo inteiro as cenas daqueles criminosos – e eram muitos deles! – escapando ao cerco, com armas possantes nas costas, que lhe faziam as Forças Armadas e todas as polícias na famosa ocupação do Complexo do Alemão em 2010....

Talvez para evitar a desmoralização das forças de ocupação, um “especialista” da Globo (sempre eles e sempre ela!) disse que a “fuga foi prevista pela estratégia de ocupação para evitar um massacre”...Mentira deslavada: faltou inteligência no planejamento da ação como deve faltar ainda hoje no desmantelamento das quadrilhas de traficantes que infestam e controlam os morros cariocas....

Com inteligência massiva e sistêmica para dar suporte às investigações, um crime como esse do fuzilamento da vereadora pode ser solucionado em no máximo 24 horas...

Em se tratando do RJ, é provável que a elucidação fique para as calendas...mesmo aqueles que seriam os mais interessados em resolver o mistério - o partido Político da vereadora e os esquerdopatas que o apoiam - parecem preferir o mistério – a mistificação, bem mais que a verdade, serve melhor à mobilização dos incautos em ano eleitoral...

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Socialismo é estadolatria

January 23, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square