© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Um péssimo final

March 24, 2018

 

O poder Executivo, no Brasil, está nos seus estertores finais.

O senhorzinho pífio, em posição de acuado, desempenhou o papel que era altamente conveniente, desde o primeiro dia: o de encurralado, de chantageado permanente  de forma a limpar o caminho  para que o mencionado poder Executivo fosse "repartido" entre um Legislativo abjeto e um Tribunal Supremo de máxima sordidez.

 

A partir das próximas eleições - fraudadas, evidentemente, via um sistema absurdo que não existe em lugar nenhum do mundo, e que não permite conferência de votos - a população desta baiuca entregue à bandidagem entenderá, talvez, aquilo que já está em situação de "positivo operante":

Verá um país no qual uma corja legislativa criará leis de exceção, tirânicas, de forma a estabelecer esta tirania total; e verá, adjacentemente a isto, um Tribunal que fornecerá a infraestrutura e a solidez para que essas leis passem a ser vigentes, estabelecidas.

 

A constituição  atual é uma porcaria, e ainda assim é constantemente violada e conspurcada  por este tribunal supremo: esta ação, no entanto, é meramente provisória, precária. Logo esta violação deixará de ser necessária porque a própria constituição será alterada para pior, através da ação da caterva legislativa e com o suporte jurídico da caterva do STF.

 

O executivo, assim aniquilado e com suas funções repartidas entre os supramencionados legislativo canalha e judiciário  sórdido, passará a funcionar meramente como um elemento que não detém poder algum , e terá apenas, como aspecto formal, "um presidente" que será um ZERO À ESQUERDA, pronto a assinar, quando isto lhe for ordenado, aquilo que os reais poderes  desta República destruída determinarem que ele assine.

 

A população, repito, não esboçará nenhum tipo de reação - ou, no máximo, alguns fracos protestos serão ouvidos aqui e ali, logo abafados pelas forças conjuntas de uma "legalidade" que me lembra muito o tenebroso Terceiro Reich.

 

O modus operandI está já estabelecido: a fraude eleitoral está logo ali na frente, e ela vai viabilizar a total imposição deste esquema fatal.

O Brasil caminha para o seu final - um péssimo final.

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A Pandemia Covid-19 e a Nova Ordem Mundial

March 24, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square