© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Fraude:teu nome é Brasil.

May 15, 2018

Se há algo verdadeiramente popular na Terra Brasilis, é a fraude.
A volúpia pelo dinheiro público vai além dos políticos e contamina até gente que deveria estar em primeiro lugar na fila do bom exemplo, como professores e delegados de polícia. A voracidade não poupa crianças e doentes, alcança ricos e pobres, ocorre em todo o País. Alguns exemplos:

EDUCAÇÃO - A Operação Prato Feito, deflagrada pela Polícia Federal, investiga desvio de R$ 1,6 bilhão em contratos destinados ao fornecimento de merenda escolar, uniformes e material didático. 

PREVIDÊNCIA - Fraudes ameaçam a aposentadoria de servidores de até 200 municípios brasileiros, segundo o Ministério da Previdência. A operação Encilhamento – deflagrada em abril pela Polícia Federal - identificou a movimentação de, no mínimo, R$ 1,3 bilhão em títulos podres. As perdas podem ultrapassar R$ 15 bilhões. O esquema, que envolve gestoras financeiras e prefeituras, criou fundos de investimento para desviar recursos de 28 institutos de Previdência de Estados e municípios. 

FRAUDES NA ÁREA MÉDICA chegaram a R$ 28 bilhões, em 2017, e aumentaram em 33% os custos ao consumidor. Os dados são do Instituto de Saúde Suplementar.

SEGURO DESEMPREGO - O sistema de Detecção e Prevenção à Fraude no Seguro-Desemprego, implantado pelo Ministério do Trabalho em 2016, evitou que quase R$ 1 bilhão fosse desviado. As fraudes ocorrem em todo o país. O Maranhão lidera o ranking. 

BOLSA FAMÍLIA - Uma auditoria da Controladoria-Geral da União, divulgada em janeiro, revelou que 345.906 famílias teriam recebido dinheiro do Bolsa Família sob "fortes indícios" de terem falsificado ou omitido informações de renda no momento do cadastro. O volume de recursos chega a R$ 1,3 bilhão depositados, em dois anos.

FUNDOS DE PENSÃO - Operações irregulares, fraudes ou investimentos de alto risco resultaram em um rombo de R$ 42 bilhões nos fundos de pensão. Só no Postalis (dos Correios) o prejuízo foi de R$ 500 milhões.
As fraudes na Petros estão sendo pagas pelos servidores da Petrobras e pela estatal. Ah, sim: a Polícia Federal deflagrou ontem a operação Fundo Perdido, que apura a má gestão dos recursos da Fundação Rede Ferroviária de Seguridade Social, fundo de pensão de empregados pertencentes a diversas empresas da área de transportes ferroviários.
O prejuízo estimado é de quase R$ 300 milhões.

CONCURSOS - Operação das Polícias Federal e Civil de Goiás e do Distrito Federal desbaratou a máfia dos concursos e vestibulares. Apurou, por exemplo, que os 13 primeiros colocados de um concurso para delegado estão envolvidos em fraude. Foram presos professores do DF, recém-empossados, que pagaram para ser aprovados no concurso. A máfia cobrava R$ 220 mil por uma vaga em medicina no vestibular da UnB.
 

Depois disso, acredito que precisamos de um choque ético.

Daqueles bem poderosos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A Pandemia Covid-19 e a Nova Ordem Mundial

March 24, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square