© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Viciado em vírus

May 16, 2018

Meu amigo Nelson Bond deu adeus ao facebook com um post de despedida, onde comentei: “Eu vou ficando por aqui mais um pouco; estou viciado em vírus”.
Pareceu brincadeira, mas não foi: navegar pelo facebook hoje em dia é viver sob permanente tensão; sempre insidioso, o ataque pode vir a qualquer momento, especialmente se você for, digamos, “politicamente incorreto”.

Ponho entre aspas porque sabemos lá o que o poderoso Mark Zuckerberg considera correto ou...incorreto...O facebook é uma esfinge que navega em mistérios. 

A única coisa que é certa em relaçao à rede é que ela ganha os tubos com seu invento e gasta pouco em inteligência para assegurar condições mínimas de segurança a seus usuários. 

Espremida nos EUA e ameaçada na Europa, a rede espalha aos quatro ventos que toma medidas enérgicas contra o trânsito de fake News: seria até engraçado se não fosse trágico. A coleção de peças didáticas pelas quais ela ensina o usuário a identificar uma notícia falsa é também um roteiro perfeito dos caminhos que devem ser evitados pelos fraudadores...

Os vírus é que são o maior problema. O Messenger, serviço de troca de mensagens  entre usuários, é hoje um corredor perfeito para o tráfego  de vírus de toda espécie...

Qualquer descuido, como deixar de renovar um antivírus por algumas horas, pode ser fatal. Não é apenas isso: descubro a duras penas que há procedimentos que o facebook detesta, como excluir amigos em alta escala....

ATIVIDADES PERIGOSAS

Aconteceu comigo três vezes no espaço de três meses: minha antiga base de amigos que já chegou a somar 5 mil nomes, foi formada há três anos quando comecei a engatinhar no facebook. Sem pensar, havia formado uma base passiva, muito pouco interativa...

Faz poucos meses que eu comecei a trocar...incluia cinquenta e excluía 150....tive de parar...a cada exclusão massiva, correspondeu a um violento ataque de vírus...o último deles foi ontem, dia em que o Messenger começou a me entregar dezenas e dezenas de mensagens..fui abrir uma delas, do Enio Mainardi (mais tarde ele postou um aviso), e me danei...

Esses ataques nos permitem observar o quanto é próspera a indústria de virus virtuais...tornou-se com certeza um “business” super-musculoso, tal qual o tráfico de cocaína...

HÁ QUEM GANHE COM GEADAS

A história da Humanidade é cheia de processos assim; enquanto a maioria perde – e perde muito – uns poucos ganham – e ganham muito...

Nas geadas de grande intensidade, por exemplo, a imensa maioria dos produtores rurais perde; uns poucos, de posse de grandes estoques de café, como exemplo, ganham, enriquecem em poucos dias...

Virus em computador, geada nos cafezais e corrupção, são como capim – a gente corta e nascem de novo, de modo que é melhor estar sempre alerta  e aprender a conviver com eles...

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square