© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Batendo palma para maluco dançar

June 27, 2018

A entrevista de uma possível candidata a presidência da Republica, onde a idéia do comunismo socialista deu certo, o estupro deve ser combatido com conversa fiada, e outras perolas da algarravia de esquerda foram exploradas, trouxe a certeza de que as doutrinas políticas estão a quilômetros-luz do cérebro da moça.


Pessoa de fina estampa, rosto simétrico, olhar simpático, sorriso juvenil, a possível candidata, parafraseando o jogador de futebol Romário, calada seria uma literata...


A torrente de asnices e baboseiras canhotas, arregaçou o credo marxista, sapateou no trotskismo, esculhambando com a lógica, ainda que equivocada, do comunismo que, a bem da verdade, pouco apareceu em sua tagarelice. 
Tagarela sim, repetidora de mantras e assuntos transversos, a bela possível candidata, talvez destile alguma tristeza, por não ter aproveitada de forma mais positiva e interessante sua agradável imagem.


A resposta à castração química para estupradores, é de um vazio abissal. Cita a própria filha, imaginando um episodio dramático no futuro e só falta “abraçar o jovem bêbado de 16 anos” autor da violência... 


Tagarela, é o melhor que se pode dizer da moça.
Os entrevistadores também conduziram os assuntos de forma a polemizar, deixando de lado o que poderia ser mais relevante, como, por exemplo as relações internacionais, a proteção da atividade econômica como forma de garantir trabalho e salário, a aplicação severa da justiça e continuação na apuração das fraudes e desvios, além do combate sistemático a corrupção na esfera governamental, etc. 
Ficaram “dando corda”, “batendo palma para maluco dançar” alimentando a tagarelice da possível candidata.


Não há almoço grátis. O socialismo distribui o dinheiro dos outros.

Governo não produz nada e arrecada o fruto do trabalho do cidadão, ou seja impostos. Coisas assim ninguém lembrou em debater... 


A tal Roda não passou de uma tagarelice com uma tagarela, bonitinha mas ordinária em seu discurso.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Renan Calheiros, a história de um pilantra

January 21, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square