© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Nem vem que não tem

129 anos de República talvez sejam suficientes.

Já passou da hora de não dar bola nem voto a candidatos de todos os desníveis. Que caçam votos à custa de comer pastel na feira para simular intimidade com a massa. Dividem cafezinho nos balcões gastos por cotovelos esfolados, e abocanham coxinhas e mortadelas como se enfiassem a dentadura em caviar ou num filé acebolado.

Não adianta mais comer buchada no Nordeste para se mostrar simpático, e depois vomitar a iguaria no pé do próximo mandacaru. Também está fora de moda passar a mão na cabeça de criancinhas pobres, pedintes e desamparadas o tempo todo. Nem tente ajudar velhinhas a atravessar a rua só para ficar bem na selfie.

Enfim, posar de anjinhos na corrida atrás do voto, quando a maioria absoluta tenta esconder o chifre de diabos que ostenta ao pisar nas necessidades reais do país. Só se lembram dos sofridos e mesmo dos mais abastados na hora das promessas escusas e das mentiras de sempre. Agora o voto vai mudar de rumo e sem reeleição.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Um táxi chamado Brasil

February 25, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square