© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

México entre a corrupção e o socialismo

June 30, 2018

Andrés Manuel López Obrador é um político mexicano de esquerda.  

O ex-prefeito da Cidade do México, tenta a Presidência do país pela terceira vez, pelo partido Movimento da Regeneração Nacional o MORENA, criado há apenas 5 anos.

AMLO como é conhecido tem 64 anos e terá um mandato de 6 anos.

 

No pleito do próximo domingo 1º de julho é o favorito nas pesquisas, com 24 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Ricardo Anaya.

Nessas eleições os mexicanos escolherão, além do presidente, os novos integrantes do Congresso bicameral e outros 18 mil para cargos estaduais e municipais.

Dezenas de observadores internacionais acompanharão as eleições para garantir transparência e evitar fraudes como as que foram denunciadas nos pleitos anteriores.

 

A preocupação principal de 53% da população é com a segurança pública,o número de mortes  subiu para 200 mil desde 2016,resultado direto da violenta atuação de narcotraficantes no país.

 

As eleições desse anos estão marcadas pelo sangrento assassinato de 132 pessoas desde setembro de 2017, início da campanha.

Dentre os mortos pelo menos 110 eram candidatos e os demais prestavam serviço a partidos políticos.Além dos assassinatos, foram contabilizadas 500 agressões contra políticos, como intimidações e ameaças.

Só esse ano 7 jornalistas mexicanos foram executados pelo crime organizado.

 

A população votante é de 89,1 milhões.

Dessa  fatia 13 milhões vai votar pela primeira vez. São jovens entre 18 e 36 anos que correspondem a 40 milhões dos eleitores  

Esse grupo de jovens será fundamental para o resultado eleitoral em um momento de crise para os partidos tradicionais e para as instituições do país.Vale lembrar que o voto não é obrigatório e não existe segundo turno.

 

Em seu  discurso López Obrador promete "uma revolução na consciência e no pensamento crítico e solidário e um acordo para gerar paz e reconciliação no México. Prosperidade econômica para os mais necessitados, autonomia alimentar com a proibição de sementes transgênicas.

Promete uma consulta popular para rever as reformas do governo anterior. Prometeu anistiar produtores de ópio e maconha e que os militares voltarão para os quartéis com um bom aumento de salário  e não mais combaterão os narco traficantes".

 

 

Seus opositores temem que a guinada para um governo socialista possa afundar ainda mais a economia. No ano passado o PIB mexicano cresceu 2,1% ,menos do que o crescimento de 2016 que foi de 2,9%. 

 

A língua afiada de López Obrador respondeu  que na verdade seus adversários  querem é continuar roubando e se acham donos do poder.

O medo dos empresários é que o país se torne na catastrófica Venezuela com o governo comunista de Maduro.

 

López quer aplicar o modelo econômico que funcionou entre 1950 e 1970 e estabilizou o país, criando o chamado "Mexican miracle". 

Os empresários classificam o plano como antiquado e desacreditado para um mercado de livre economia.

 

Lembrando que a entrada do país no NAFTA, com Estados Unidos e Canadá em 1994, melhorou a  economia doméstica, mas não aliviou 53.4 milhões de mexicanos ou seja 44% da população da pobreza.

Frustrados, deixados para trás ,cansados da corrupção e escândalos do governo do atual Presidente Enrique Peña Neto, o povo está querendo mudanças e o discurso do candidato populista propõe mudar a vida desse eleitorado.

 

Já assistimos o "cumpanhero" Chávez, do partido comunista venezuelano fazer um discurso muito parecido. Inclusive os elogios a Fidel Castro são quase iguais aos do "cumpanhero" Obrador.

 

Assista o vídeo e compare

 

https://www.facebook.com/yusnaby/videos/2029170767158019/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A Pandemia Covid-19 e a Nova Ordem Mundial

March 24, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square