© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Brasil arruinado

July 4, 2018

 

Enquanto a massa está de nariz colado na tevê, "assistindo à Copa", o desmonte do Brasil como país autônomo continua, em marcha acelerada.O dólar já bateu nos quatro reais, o que significa que o investimento do gringo está saindo daqui em passo acelerado:ou você "acha" que investidor sério vai deixar seu dinheiro numa baiuca obviamente dominada, que está sendo devastada e rapidamente se transformando inexoravelmente numa pocilga de lama controlada pela bandidagem "engravatada" - tão bandida quanto qualquer outra, é lógico - na qual "vale tudo", e o sujeito vai ter que lidar com tudo quanto é tipo de canalha especulador pra minimamente sobreviver - que dirá lucrar?

 

Há opções muitíssimo mais adequadas e mais lógicas.

O sujeito que não é um canalha especulador só investe aqui se for masoquista. Então é isso: em terra de bandido, a população acaba na ruína, é claro!

 

Só olhar a Venezuela pra ver "a cara do Brasil amanhã"!

O caminho que o Brasil está percorrendo no rumo da horrenda "venezuelização" é claríssimo: o país está se arruinando - ou sendo arruinado - por um descontrole "gastatório" tal que esgota seus recursos no triplo da velocidade que o país levaria para produzi-los, e este descompasso cresce exponencialmente.

Ou seja, o gasto aumenta num "ritmo" inversamente proporcional à capacidade de gerar recursos, provocando um endividamento cada vez maior.


Existe obviamente um ponto -  o "point of no return" - a partir do qual o descompasso é tal que cria uma cisão, ou um "salto qualitativo" em todo o ordenamento: em suma, altera qualitativamente - e pior: definitivamente,- a organização social, política, jurídica etc antes existente - nem que fosse "oficialmente".
Neste momento aquilo que ainda não era nítido e oficial passa a sê-lo de forma completa, integral - e não existe mais volta ao estado anterior.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O poder paralelo

November 16, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square