© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

O carrapato da estrela e a febre maculosa

July 25, 2018

Não vou falar do inseto nem da terrível e mortal febre que transmite.

Para tal assunto existem especialistas, sanitaristas, técnicos em zoonoses e outros profissionais muito melhor informados .
Falo do carrapato político, infernal, contaminado pelo símbolo da estrela soviética, fora de moda, exaurida em significado, mas presente na bandeira da maior quimera já vista e sentida neste pais.


Falo do tosco, do ingênuo do iludido, do obliterado, do fanático, e por extensão do malandro, do ladino, do preguiçoso que passa 10 anos “fazendo faculdade” morando de graça e comendo no bandejão.

 
Falo do encostado a vida inteira “trabalhando” em um sindicato qualquer.

 
Falo dos eternos professores mal ajambrados, de pouco asseio e muita falácia, que abundam nas universidades federais e/ou estaduais.

 

Falo de gente com empregos vitalícios com aposentadoria integral, e responsabilidades vitais para o funcionamento da segurança, dos hospitais e dos serviços essenciais, que fazem greve sem nenhum respeito ao povo que dizem pertencer. Sempre descontentes sempre deixando de lado o principal de suas obrigações para empulhar com falácias e pregações.


Falo dos azarados, aqueles que a vida sempre colocou do outro lado da alegria, da realização, da vitória, sem foco ou algum objetivo. 


Falo dos perdedores contumazes. Dos feios e das feias de ideias e de vontades. Parasitas, carregadores de pastas e maletas, estafetas de recadinhos e pacotes. 


São os malditos carrapatos da estrela, que infestam toda a Nação, financiados por organizações estrangeiras, ou migalhas caidas da mesa da corrupção, além das verbas, boquinhas, sinecuras e mutretas. E a malta que vive a incensar com sua adoração fanática e seu discurso mofado, líderes encarcerados por ladroagem e afanação, ou indiciados e condenados por desonestidade e desrespeito a Nação.


No momento em que a TV nos alerta para o perigoso transmissor de moléstias e a febre mortal resultante de sua picada, percebo o mal assombroso que o carrapato político e sua febre infecciosa, continua causando ao País.
Mais de uma década de sucessivas picadas e infestações com essa maldição. 
A Pátria, tal como os cavalos e capivaras está completamente coberta com eles. Padece de anemia moral, econômica, financeira, social e política.
Teremos mais uma rodada de fumigações e tentativas de desratização e desinsetização, dentro de algumas semanas.


Mais uma tentativa de desentocar o maldito foco de carrapatos e sua estrela.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A Pandemia Covid-19 e a Nova Ordem Mundial

March 24, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square