© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

A teoria das bananas

August 1, 2018

Eu sou um emérito bananeiro. Na minha mesa tem sempre algumas bananas, me esperando. Amadurecendo. Quando vou comprá-las, na feirinha de domingo, o sujeito que me vende as bananas sempre pergunta 

..."para quando o senhor vai querer, doutor?”

E dependendo ele me dá bananas mais maduras ou mais verdes.

 

Essa é a teoria vale para as bananas e para a política.

Se eu fosse você, Bolsonaro, estaria agora um pouco preocupado: sua imagem não está amadurecendo depressa demais, fora do tempo em que as pessoas irão para as urnas votar? 

Eu, que tenho simpatia por sua candidatura , acho que a aceitação e o aplauso ao seu nome estão talvez exagerados,meio que em ejaculação precoce.

 

As mosquinhas drosófilas já estão começando a voar em torno da sua campanha. Pé no breque, Bolso! Acho que agora é tempo de consolidação, menos cavalgar os ombros dos colegionários, em triunfo - e mais horas de reunião com o time interno e decidir estratégicas envolvendo nomes e programas de governo. Enfim, deixar as bananas amadurecerem mais

naturalmente.

 

Napoleão foi com sede demais ao pote, ao invadir a mãe Rússia

desprezando o inverno - e seu exército voltou estraçalhado de lá.

Os alemães, também, na 2a. Guerra. Tudo tem o  seu tempo.

Enfim, você que é capitão do exército deve ter estudado estratégias

melhor do que eu. De qualquer modo...compre umas bananas, de vez

em quando. Elas podem ensinar muito sobre campanhas políticas. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square