© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

ONU,a praça da apoteose da esquerdopatia

August 31, 2018

 
 
Ela é tão ampla que ao lê-la temos impressão que vai exigir dos 193 países que a subscrevem a adoção de programas para combater unhas encravadas.
Não fez isso até agora, mas já pede medidas bem extravagantes, como programas para alcançar a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres e meninas. Diria que ela ainda chega lá... 


Refiro-me, é claro, à Agenda da Organização das Nações Unidas, um ambicioso plano de metas a serem atingidas até 2030 por esse imenso conglomerado de países-membros que inclui do Azerbaidjão aos  Estados Unidos... 

Reza a Agenda, já no preâmbulo: “Estamos decididos a libertar a raça humana da tirania da pobreza e da penúria e a curar e proteger o nosso planeta. Estamos determinados a tomar as medidas ousadas e transformadoras que são urgentemente necessárias para direcionar o mundo para um caminho sustentável e resiliente. Ao embarcarmos nesta jornada coletiva, comprometemo-nos que ninguém seja deixado para trás”.

GUERRA É GUERRA
Em outras palavras: é um plano de guerra total à pobreza e à miséria para levar ao orgasmo qualquer esquerdopata do mundo ou também banqueiros e magnatas do porte de George Soros!

Digo esquerdopatas porque – eu creio – esquerda mesmo já não existe mais....Com o sucessivo fracasso do socialismo no mundo, só mesmo pela neurose, pela esquizofrenia ou pela má fé, alguém pode defender esse regime nos dias de hoje...

É, portanto, estranho e esquisitíssimo que o candidato do partido Novo, o milionário João Almoêdo, defenda, em público, a Agenda 2030, esgrimindo um argumento ainda mais canhestro: “Não dá pra ser contra uma Agenda que foi subscrita por 194 países, entre os quais, Austrália, Nova Zelândia, Israel, Estados Unidos...”

Como homem rico, deve conhecer as razões dessa massiva adesão a um documento que deveria ser repelido com veemência pelos políticos que se dizem liberais ou prometem administrar uma nação à luz do liberalismo...
Divididos entre ricos e pobres, os países-membros da ONU subscrevem a Agenda 2030 por duas razões distintas: por mera conivência (os ricos) ou
para encontrar o caminho mais curto a financiamentos (os pobres).

REAÇÃO NOS EUA
Não será por mero acaso que Donald Trump já tenha ameaçado afastar os Estados Unidos da Organização: a onda esquerdóide que vem da ONU deve perturbar – e muito – um governo fincado nos princípios liberais.

Mas, afinal, o que tem a agenda 2030 de tão pernicioso?
Para entendermos isso é preciso descer às causas da miséria e da fome,  provocadas, invariavelmente, pelos mesmos fatores: má gestão, ausência de democracia, gastança sem limites, aventuras socializantes, endividamento excessivo...

Ao preconizar o combate à fome e à miséria, em termos globalistas e universais, sem olhar para as idiossincrasias locais que as produzem, a Agenda 2030 transforma-se num mecanismo de alavancagem do endividamento dos países mais pobres. Ao longo do tempo vai apenas produzir mais fome,miséria e corrupção e deixar homens como George Soros e João Almoêdo muito mais ricos.

E atenção: através do link abaixo, você tem acesso à íntegra, em português, da Agenda 2030...se for acessá-la, tome muito cuidado: se tiver algum pendor esquerdóide ficará muito excitado e pode atacar as pessoas que estiverem ao seu lado.

http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/politica-externa/desenvolvimento-sustentavel-e-meio-ambiente/135-agenda-de-desenvolvimento-pos-2015
Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Um táxi chamado Brasil

February 25, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square