© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Bonecos de papel

September 11, 2018

Desde sempre -e foi assim durante toda a minha vida- o povo se acostumou e votou em bonecos de papel.
Boneco de papel -o político acima dos sentimentos e das necessidades humanas, um tipo criado para ser, enaltecer e alimentar populistas 'salvadores da pátria.'


Sim, um político não pode ser humano.
Não pode brincar, sofrer, chorar ou rir. 
Políticos que se prezem -enganadores do povo- procuraram alimentar e criar para si próprios essa imagem capenga.

Político não pode fazer a piada errada que qualquer um pode.
Não tem dor de dente ou dor de barriga.
Coisas de reles mortais.
A brincadeira espontânea,na boca de político, acaba virando 'opinião'. Ou 'posição'.
O politicamente correto é a praxe, mesmo que falseta. 


E a mentira. Ah, a mentira...
Embutido no pacote dos políticos profissionais está a prática da mentira como modus operandi. 
Para conseguir votos, vale qualquer coisa.
Prometer e prometer o que jamais irá cumprir com números vistosos é a prática comum.
Você finge que vai fazer, eu finjo que acredito e voto.
E la nave va.

 

Geraldo Alckmin é o símbolo perfeito e pasteurizado desse tipo de político.
O boneco de papel.
Só existe no papel, e só em época de eleições.
Vale o politicamente correto: comer pastel na rua, abraçar pobre, colocar chapéu de cangaceiro.

Só não vale falar a verdade.
Só não vale ser humano.
Só não vale chorar, rir ou brincar como qualquer brasileiro.


Jair Bolsonaro é assim.
Se dá ao luxo de ser humano, como qualquer brasileiro.
Exatamente por isso o povo o adora.
E o chama de mito.

E exatamente por isso, a imprensalha desesperada mente e mente sobre ele, torcendo e enviesando sua vida e suas palavras, enfiando goela abaixo dos que ainda acreditam uma imagem torta e falseta como a de qualquer boneco de papel.

E exatamente por isso Jair Bolsonaro quase foi assassinado.

Por representar uma ameaça -viva e cada vez maior- à uma enorme quadrilha que não quer perder os privilégios.
Foram eles que colocaram a faca nas mãos de seu funcionário.
E são eles, provavelmente, que pagam seus advogados.

 

É hora de mudar, e acabar com isso definitivamente.
O Brasil não merece essa escória.

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O bezerro de ouro e a liderança política

November 12, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square