© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

O vergonhoso aumento dos ministros

November 8, 2018

Com 41 votos a favor, 16 contra e uma abstenção no Senado, foi aprovado ontem o aumento da remuneração dos ministros do STF de R$ 33.763,00 para R$39.293,32.
O ministro Ricardo Lewandowski, autor de um dos votos favoráveis à medida, chegou a dizer que o reajuste era “modestíssimo”.

 

Mais uma mandrakagem daquele livrinho verde que é a madrasta de todos os brasileiros e mãe gentil de todos os políticos e "daqueles" da suprema corte.

 

Votaram a FAVOR 
Acir Gurgacz (PDT-RO)
Aécio Neves (PSDB-MG)
Ângela Portela (PDT-RR)
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)
Armando Monteiro (PTB-PE)
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Cidinho Santos (PR-MT)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Dalirio Beber (PSDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Edison Lobão (MDB-MA)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Eduardo Braga (MDB-AM)
Eduardo Lopes (PRB-RJ)
Fernando Coelho (MDB-PE)
Garibaldi Alves Filho (MDB-RN)
Hélio José (PROS-DF)
Ivo Cassol (MDB-RO)
Jorge Viana (PT-AC)
José Agripino (DEM-RN)
José Amauri (Pode-PI)
José Medeiros (Pode-MT)
José Serra (PSDB-SP)
Otto Alencar (PSD-BA)
Paulo Bauer (PSDB-SC)
Paulo Rocha (PT-PA)
Raimundo Lira (MDB-PB)
Renan Calheiros (MDB-AL)
Roberto Rocha (PSDB-MA)
Romero Jucá (MDB-RR)
Rose de Freitas (PODE-ES)
Sérgio Petecão (PSD-AC)
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Telmário Mota (PTB-RR)
Valdir Raupp (MDB-RO)
Vicentinho Alves (PR-TO)
Walter Pinheiro (Sem partido-BA)
Wellington Fagundes (PR-MT)
Zeze Perrela (MDB-MG)

 

Votaram CONTRA 
Airton Sandoval (MDB-SP)
Cristovam Buarque (PPS-DF)
Fátima Bezerra (PT-RN)
Givago Tenório (PP-AL)
José Pimentel (PT-CE)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lúcia Vânia (PSB-G)
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Regina Sousa (PT-PI)
Reguffe (Sem partido-DF)
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
Roberto Requião (MDB-PR)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
Wilder Morais (DEM-GO)

 

Abstenção:
José Maranhão (MDB-PB)

 

Lembrando que os ministros tem mais regalias que os semi deuses:
85 secretárias
293 vigilantes
194 recepcionistas
19 jornalistas
29 funcionários da encadernação
116 serventes de limpeza
24 copeiros
27 garçons
08 auxiliares em saúde bucal
58 motoristas
12 capinhas com salários que oscilam entre R$ 2,5 mil e R$ 11,7/ mês, sem contar as horas extras.

 

Foi o maior "ninguém solta a mão de ninguém"comandado pelo presidente do Senado Eunício Oliveira-MDB ,que tem 40 processos e juntamente com o ministro do STF Ricardo Lewandovski e o então presidente da Câmara Renan Calheiros,costurou um arranjo para livrar a ex-presidente Dilma Rousseff da perda de direitos políticos, que é algo previsto em caso de impeachment.

 
Gleisi Hoffmann e Magno Malta passaram o dia atacando o golpe de Eunício Oliveira, não estavam no plenário do Senado na hora em que o projeto foi colocado em pauta.Ana Amélia e Paulo Paim também não estavam.Enquanto isso José Medeiros apoiador de Bolsonaro,votou a favor.

 

Os que estão com o pé na Lava Jato e não foram reeleitos,portanto sem foro privilegiado precisam garantir a boa vontade dos ministros em futuros processos,vide Romero Jucá,Edson Lobão,Eunicio de Oliveira,Garibaldi Alves,etc...

 

O reajuste trará um rombo de 4 a 6 bilhões nas contas públicas, pois tem efeito cascata.


O presidente AINDA em exercício Michel Temer, pode vetar,mas provavelmente também vai precisar dos ministros no dia 2/1/2019 quando descer a rampa do Palácio do Planalto.

 

Os nomes dos que votaram a favor não serão perdoados pelos milhões de desempregados do país.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Pelé,Xuxa e Greta Thunberg

December 13, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square