© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Gestores públicos

November 21, 2018

O Ministério Público de São Paulo afirmou que a prefeitura de São Paulo está sendo executada em mais de 30 milhões de reais por descumprir Termo de Compromisso e Ajustamento de Conduta (TAC) para implementar um programa de manutenção permanente de viadutos, assinado em 2007.

O Ministério Público está correto em exigir tal manutenção, mas a metodologia de aplicação da lei é patética.

 

Realmente, se quisermos impulsionar alguma atitude por parte de um político, sinceramente, não será mediante a execução de dinheiro dos pagadores de impostos e sim a responsabilização pessoal do "gestor" público.

 

O valor em questão não sairá do bolso do responsável e sim dos cofres públicos, minando ainda mais a possibilidade de investimento desse valor na necessária infraestrutura da cidade.

Precisamos de leis que responsabilizem pessoalmente e individualmente os mandatários de cargos políticos e seus subordinados cujas falhas de gestão causem esse tipo de dano.

Enquanto a penalidade for o sequestro de dinheiro dos outros, sinceramente, nenhum deles se importará com a consequência.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Futurologices

November 14, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square