© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

É muita sacanagem junta

November 25, 2018

 

Segundo a delação de Antonio Palocci, Lula e Dilma ORDENARAM aos dirigentes de fundos de pensão de empresas estatais que capitalizassem o chamado "projeto sondas", que resultou na criação da Sete Brasil.

 

As injeções de capital descumpriam todas as regras possíveis de governança, e ainda implicaram no financiamento ilegal de 5 campanhas petistas, via pagamento de propinas, inclusive a de Dilma Rousseff em 2010.

 

O ex-ministro disse ter sido procurado por ex-dirigentes dos fundos, que demonstraram "preocupação".

-"Eles pediam para que eu ajudasse a tirar a pressão do Lula e da Dilma para que eles pudessem ter tempo de avaliar o projeto e fazer (os investimentos) de forma adequada." Segundo ele, "o presidente reagia muito mal". "Ele (Lula) falava 'quem foi eleito fui eu, ou eles cumprem o que eu quero que façam ou eu troco os presidentes'".

 

O Petros, fundo de pensão dos funcionários da Petrobras, injetou R$1,3BILHÕES na Sete Brasil, que segundo Palocci pagou R$51 milhões de propina a Lula. O rombo combinado dos fundos de pensão das estatais entre 2013 a 2016 fazia o superavit primário do Brasil em 2015 e 2016, e ainda sobrava troco. Todos estão envolvidos em irregularidades gravíssimas, inclusive com a participação do Vaccari intermediando venda de milhões em debêntures de empresários amigos do PT em estado falimentar.

 

A Sete Brasil hoje, aliás, está falida.

Dos 28 navios-sonda contratados com estaleiros no Brasil, quatro serão entregues com atraso - eles deveriam estar funcionando desde 2016. Os outros 13 tiveram construção iniciada e estão parados, e 11 sequer saíram do papel.

90% da carteira de investimentos privados do Petros é contabilmente classificada como de alto risco de perda. Pela resolução CMN 3121/03 (está no site da Previc), nenhum gestor de previdência privada pode alocar mais de 20% da carteira em investimentos de alto risco. Em ações da Bovespa, o máximo que se admite é 50%, lembrando que ações são renda variável, não necessariamente de alto risco (aliás, a compra de ações é investimento consideravelmente mais seguro que a compra de debêntures, já que por lei uma companhia de capital aberto é obrigada a publicar balancetes auditados, e seus gestores podem inclusive ser presos por omitirem informações ao mercado).

 

O Postalis, fundo de previdência dos servidores dos Correios, está desde outubro de 2017 sob intervenção federal. Desde 2011, o rombo acumulado passa de R$14 BILHÕES, sendo R$5,6 bilhões apenas em 2014.

Os gestores dos ativos, gente ligada à FUP e ao Sindicato dos Bancários, da CUT, aplicou o dinheiro das aposentadorias de milhares de servidores em papéis da dívida soberana dos governos "companheiros" da Argentina e da Venezuela, e em empresários falidos mas próximos ao governo petista, como Eike Batista. O Funcef, da Caixa, teve déficit de R$ 367 milhões em 2014, R$8,8 BILHÕES em 2015 e R$3bilhões em 2016, e o Petros registrou um buraco de R$6,2 bilhões em 2014 e R$16,1 BILHÕES em 2015, quase 30% dos ativos totais.

 

Anteontem a Justiça Federal do DF aceitou denúncia contra o Lula, Dilma, Mantega e Palocci por formação de quadrilha e organização criminosa. Segundo a denúncia, o "quadrilhão do PT" desviou nada menos que UM BILHÃO E MEIO de reais em propinas da Petrobras entre 2003 e 2016 para financiamento de campanhas.

É tanta sacanagem junta que vamos precisar de um novo Nuremberg pra dar conta.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square