© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Foi pensando em você

December 1, 2018

Foi pensando em você, querido esquerdinha, que rala todo dia pra pagar bujão de gás e conta de luz que Haddad vazou pra New York logo após as eleições.
Sim, foi pensando em você, que além de tudo tem que sair em manifestação, correndo o risco de levar porrada de polícia e ainda por cima tendo que sobreviver a todas essas agruras com apenas um sanduba de mortadela e refri quente na barriga.

 

Sim, vida de esquerdinha convicto é dura, e Haddad sabe disso.

Mas Haddad tá cansado. Precisa se recuperar, justamente, do stress de ter sido o pior prefeito de São Paulo, da enorme tensão gerada por 32 processos injustos (apropriação indébita, desvio de recursos, essas besteiras), e de ter sido derrotado miserávelmente nas eleições -que naturalmente foram um gópi, como mugiria a Bezerra.

Posso até apostar que neste exato momento, o poste do "líder-preso-sem-prova" está pensando em você.
Com amor, com carinho.
Tipo assim: acho que ele nem consegue passear relaxado por lá de tanta compaixão que sente por você, aqui no Brasil, fudido e frustrado, tendo que enfrentar em janeiro a posse do capitão fascista, que promete te encanar se você resolver sair por aí queimando pneu.
Sim, querido esquerdinha, mas encare pelo lado bom: Haddad conta com você pra colaborar na vaquinha da dívida de campanha.
Então, pegue sua graninha e mande pra ele.
Não deixe o poste solitário, triste e preocupado lá em New York, coitado.

E, se por acaso pensar em se rebelar, reflita: seus políticos comunistas, afinal, não são de ferro.
Ou são menos de ferro que você.
Precisam relaxar, repousar, comprar Rolex.
Nada que você não soubesse há muito tempo, não é mesmo?

Ou seja: relação consentida, afinal, não é estupro.
É amor.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Um táxi chamado Brasil

February 25, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square