© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Surtou geral

January 8, 2019

Não conheço nenhum marciano.
Nem outro ser fora deste planeta, confesso.
Se conhecesse, o que mais gostaria de saber é o que eles, ao observarem nosso louco planeta, imaginam.
Especialmente o Brasil, que parece ter surtado nos tamancos.
No Ceará, um corrupto governador, recém eleito, dá férias aos policias e pede ajuda pro governo federal contra os bandidos parceiros.


E quando recebe, ordena: "Olha, pode bater mas não pode matar, viu?"
Resumo: a Força Nacional, convocada, vai pro Ceará fazer afago em bandido armado até a dentadura.

Na TV tupiniquim, apresentadores velhinhos supostamente machos se vestem de menina, abdicando do resto de inteligência que lhes restava no fundo do cérebro ao não compreender uma metáforazinha simples e singela.
Moças não tão moças, também apresentadoras, cometem o mesmo deslize, surtando vestidas de menino.
Acontece na Globo, claro, onde parece viralizar algum tipo de doença vermelha que afeta o miolo dos seus chamados "jornalistas".
Pode ser alguma coisa na água dos bebedouros...não sei.
Na mesma TV, o rotundo apresentador das fatídicas tardes de domingo se mete a fazer comentário político, expelindo asneira pra todo lado e levando pau na internet.
Pelo que falou e pelo que deixou de falar.
Ao invés de se contentar com o igualmente gordo salário e com o título de chato absoluto da tv tupiniquim, o gorducho ainda quer virar comentarista político.
Não dá.

Por outro lado, a sempre surrealista esquerda faz exatamente o que critica no novo presidente: incita à violência e ao quebra quebra, inconformada como sempre.
Os comunas, chatos e pentelhos, nunca estão de boa com nada. 

João, o que era de Deus e virou do demo, é acusado de tanto crime que não se consegue imaginar como ficou impune e ativo tantos anos.
E o que dizer dos seus "milagres?"
E dos silêncio absoluto a respeito das defensoras de mulheres, feminazis, socialites e afins?
Dá gastura.

Enfim, até a direita mais estourada parece ter surtado, cobrando do presidente eleito, aos berros, a resolução de todos os problemas da nação exatamente a sete dias de sua posse.
Só sendo santo mesmo. Ou mito.
Cobram, histéricos: "Cumé, cumé, ainda não resolveu o lance dos índios? E a reforma? E os bandidos"?

Que, por falar nisso, são entregues de bandeja às sanguinárias ONG’s que os exploram. Os índios, claro.
Povo brasileiro.

Se eu conhecesse algum marciano...

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square