© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Rato que ruge

January 17, 2019

Pensou lâmina de barbear, é gilete.
Pensou palha de aço, é bombril.
Pensou corrupção, é renan.
O sujeito é um ícone, uma marca registrada do atraso, do coronelismo e da corrupção.

No início, antes de entrar pra politica, o único patrimônio de renan era um fusca.
Hoje, o velho rato é dono de fazendas, imóveis e muitas empresas que lhe rendem milhões.


renan, como outros do MDB, é um dos piores subprodutos do regime militar.
Partido que, desde sua fundação, nos tempos do regime militar, foi criado para atuar nas sombras, nos esgotos da politica, fazendo uma suposta "oposição" à Arena, partido da situação.

A carreira do gajo, que começou como deputado, foi um sucesso, graças a "elasticidade" de princípios e ao "pragmatismo", que lhe permitiu grudar no poder e apoiar quem quer que lhe interessasse.
Assim, apoiou e repudiou Collor várias vezes, e participou ativamente do famigerado Plano Collor, ao lado de Zélia Cardoso de Melo. Na época, como lhe era conveniente, atacou o comparsa Zé Sarney, outro forte candidato á sinonimo de corrupção.
Mais tarde, apoiou lula igualmente. Porque não?
Como um parasita ou carrapato grudado no poder, renan sobreviveu. 

Foi ministro da Justiça, senador por 3 mandatos, e presidente do Senado por mais 3.
Sempre na sombra, apoiando quem lhe favorecia.
renan é antigo. O que se poderia chamar de putavelha da politica.
Conhece o jogo e conhece o esgoto, onde se movimenta com desenvoltura. 

Há mais de dez anos, os abusos e maracutaias desse político vem sendo denunciados.
É réu em mais de doze processos, sempre por corrupção, formação de quadrilha, peculato, favorecimento ilícito e outras façanhas.
Nove deles são da Lava Jato.
Perdeu-se a conta de quantas vezes foi exigido seu afastamento do Senado e da presidência.
Como uma ratazana, entretanto, renan sobrevive. 

Caso a caso, sujeira a sujeira, a carreira de renan é folclórica.
Amante da jornalista Mônica Veloso em 2007, por exemplo, descobriu-se que conseguiu para a moçoila um "salário" de 12 mil reais da construtora Mendes Junior. Ao mesmo tempo em que mantinha um caso com a escriba (com a qual teve um filho), renan ainda comprava rádios em Alagoas em nome de laranjas, faturava uma boa grana com tráfico de influência e notas frias na Schincariol e ainda montava um esquema de desvio de grana pública em ministérios ocupados pelos comparsas do MDB.
Na época, a sociedade esbravejou, e foi pedida a cassação do corrupto.
renan fez a correria no esgoto, desistiu de concorrer ao senado mas se manteve como senador.

Enfim, esse é o modus operandi desse verdadeiro fenômeno brasileiro.
Suas façanhas dariam um livro, uma bíblia.
Façanhas, diga-se, sempre em proveito próprio e visando se manter no poder ao lado dos comparsas.
Jamais em prol do povo brasileiro.
Característica do coronelismo do norte do país, onde o povo é só bucha de canhão -ou bucha de eleição.
O pior subproduto, como disse, do regime militar, que em seu ocaso distribuiu ilegalmente as concessões para antenas repetidoras da Globo -então superpoderosa- para famílias como a de ACM na Bahia, Sarney no Maranhão, Collor em Alagoas, etc.
Enquanto a mesma Globo criava um país perfeito em sua telinha, ignorando o analfabetismo, a pobreza e a miséria, os comparsas prosperaram, manipulando a opinião publica e controlando o poder de uma quadrilha enorme.
O resultado, como não poderia deixar de ser, foi Collor presidente, lula presidente, dilma presidente...

Hoje, o rato quer voltar à presidência do Senado.
Longe do domínio espúrio de emissoras corruptas, cabe à sociedade e ao novo governo impedi-lo.
Com Renan na presidência do Senado e mais onze comparsas no STF, ninguém conseguirá governar este país.
Eles governarão.
E não haverá buraco grande o suficiente para enterrar o que sobrar desta pobre nação.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square