© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

A Venezuela e a esquerda brasileira

February 24, 2019

Assim como o ditador Nicolás Maduro, a presidente do PT, a "Flor De Pessoa" Gleisi Hoffmann, afirma que o envio de ajuda humanitária do Brasil ao povo da Venezuela é parte de uma estratégia militar do "imperialismo" americano.
O PT tirou do ar os links de apoio a Maduro.
PCdoB e PSOL também apoiam.

João Pedro Stedile, dirigente nacional do grupo de extrema esquerda Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), está em Caracas para a Assembléia dos Povos e afirmou que a data escolhida para realização do evento simboliza a solidariedade à Venezuela.
O também"Flor De Pessoa" Stedile, reforçou a narrativa utilizada por Maduro e Gleisi.

 

O mundo está tendo oportunidade de ver a face real do socialismo que foi tão bem aplicado na Venezuela e a dificuldade que está sendo para se livrarem dele e do narco ditador assassino premiado pela ONU.
Lembram que o petista José Graziano, que preside a FAO, Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, condecorou Nicolás Maduro, por sua luta CONTRA A FOME em 2017?

 

A situação na fronteira com a Colombia é desesperadora, caminhões com comida e medicamentos foram incendiados, 300 pessoas feridas, militares venezuelanos desertando e o número de mortos ainda não é conhecido.

 

Mas o Vice-Presidente Sectorial de Comunicação, Turismo e Cultura venezuelano Jorge Rodriguez e Diosdado Cabello, acusam Juan Guaidó pela queima dos caminhões com "a comida podre" vindo dos Estados Unidos.

 

Luis Almagro, secretário da OEA,declarou:
“Hoje vimos um homem que manda queimar comida diante dos famintos, vimos um homem queimar remédios em frente aos doentes. […] O mundo viu a pior face desse regime. A pior cara da ditadura venezuelana.”

 

A cantora colombiana Shakira, gravou um vídeo pedindo doações para o povo venezuelano e denunciou a maior crise humanitária da America Latina.

Alguém sabe se a turma do projac já se manifestou?

 

Enquanto isso a turma do EleNão que votou em Haddad com livro na mão, está nos bloquinhos de pré carnaval, bebendo, dançando,comendo e protestando contra a intervenção na Venezuela.
O sangue das vítimas desse HOLODOMOR também está nas mãos omissas desses cúmplice cínicos, venais e irresponsáveis jovens brasileiros doutrinados por professores comunistas. 
Nas férias vão turistar em Cuba para ver o folclore, ir aos bares e ouvir a linda música, levam sabonetes e roupas velhas para doar, se achando o máximo.
Comentam os costumes de lá como se o povo cubano fosse animais num zoológico.
Mas voltam para seus apartamentos com ar condicionado e comida farta, falando que querem igualdade para todos e que nós somos os responsáveis pela separação do povo brasileiro e que Bolsonaro quer guerra com a Venezuela.

 

Enquanto eles cantam e dançam, corajosos motoristas de caminhões arriscam a vida nas fronteiras, para entregar comida e remédio, na tentativa de salvar vidas de crianças, doentes e adultos, num país devastado pela miséria,corrupção, narcotráfico,etc...  


Alguém por favor avise a eles que socialismo MATA.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Um táxi chamado Brasil

February 25, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square