© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Maduro quer criar milícias para “garantir a paz”

March 31, 2019

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, na última sexta- feira, afirmou que pretende criar uma nova milícia – que chamará de “brigada dos defensores da paz” –, sob o pretexto de proteger o país dos Estados Unidos. Mais uma vez culpando os americanos, e não o socialismo, por todas as dificuldades que afligem a nação, desde a escassez de alimentos, que em parte poderia ter sido mitigada com a ajuda humanitária que ele proibiu de entrar no país, ao recente apagão que deixou os venezuelanos por muitos dias sem luz e eletricidade, o tirano astutamente aproveita a crise para criar uma nova medida, cujo verdadeiro propósito é intensificar a repressão e o controle social sobre a população. 

 

Evidentemente, isso não passa de mais uma cruel e depravada medida ditatorial, concebida com o propósito de erodir em definitivo o pouco de liberdade que resta ao povo venezuelano, e que pode facilitar a identificação e a execução extrajudicial de pessoas que se opõem ao regime assassino. Na Venezuela, já existem os chamados “collectivos”, que são gangues de motoqueiros leais ao ditador Nicolás Maduro, encarregados de aterrorizar quem se opõe a ditadura narco-bolivariana. Na Nicarágua do ditador socialista Daniel Ortega, a situação é muito similar. O tirano mantém a população refém do medo com ataques brutais e opressivos realizados por gangues de milicianos, devidamente comprados e subornados com dinheiro do narcotráfico. 

 

Apesar das palavrinhas bonitinhas – “brigada dos defensores da paz” – apenas quem é muito otário ou ingênuo se deixaria enganar. É evidente que o objetivo destas milícias não é manter a paz, mas garantir a manutenção do poder. Seus integrantes serão membros da juventude bolivariana, jovens politicamente engajados, que são subornados financeiramente pelo governo, ou que recebem alguma esmola ou assistencialismo estatal. De qualquer maneira, é uma péssima notícia para os venezuelanos. O objetivo “oficial” das milícias, conforme declarou Maduro, seria garantir a paz e a estabilidade dos venezuelanos. Que paz? Que estabilidade? Isto não existe há décadas na Venezuela, graças ao socialismo. A única coisa que este governo tem tido competência para garantir é que os venezuelanos continuem morrendo de inanição, e vítimas da violência dramática que assola o país, que tornou-se o segundo mais violento do mundo. 

 

A “brigada dos defensores da paz”, evidentemente, trará muito mais violência, fazendo mais vítimas entre uma população, que – por ter sido compulsória e covardemente desarmada – encontra-se terrivelmente fragilizada e indefesa. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A Pandemia Covid-19 e a Nova Ordem Mundial

March 24, 2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square