© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

A esquerda é uma utopia infantil e narcisista

April 14, 2019

Apesar da esquerda levar-se muito a sério, nada é mais infantil, fantasioso e delirante do que o conjunto de ideias que ela defende. Seus adeptos são indivíduos geralmente dispostos a rejeitar a realidade, em favor de fantasias e de posicionamentos ideológicos puramente sentimentais, completamente desprovidos de lógica e racionalidade. As ideias da esquerda jamais funcionam no mundo real, e em caso de dúvida, convido você a passar algumas semanas em Cuba ou na Venezuela, longe dos hotéis e resorts de luxo exclusivos para turistas, mas observando e se possível (sobre)vivendo da mesma maneira que a população local. 

 

Por serem completamente incompatíveis com a realidade, as ideologias de esquerda encontram eco e fluxo apenas em ambientes de fantasia, como escolas e universidades, que possuem uma imponente estrutura econômica – os impostos extorquidos da população através do estado – que as sustente, e por isso seus usuários não precisam se adequar às urgências da realidade. Aqueles que precisam estão trabalhando e produzindo, e não possuem tempo disponível para estudar fantasias infantis e utópicas. Caso o fizessem, as rejeitariam sistematicamente, pelo simples fato de que compreenderiam, em função de sua própria experiência empírica de vida, que este sistema de crenças é completamente incompatível com a realidade prática.     

 

Theodore Roosevelt, que foi presidente dos EUA de 1901 a 1909, disse:

“Se você quer irritar um conservador, diga a ele uma mentira. Se você quer irritar um esquerdista, diga a ele a verdade”. Absolutamente verdadeiro. Experimente dizer para um esquerdista que a Venezuela ou Cuba são ditaduras. Apesar de serem fatos incontestáveis – ninguém em sã consciência discutiria isso –, eles farão um verdadeiro malabarismo teórico, retórico e intelectual para tentar convencer você do contrário. O que não deixa de ser irônico, pois eles tentam nos obrigar a reconhecer que o regime militar foi uma ditadura. E não vou nem fazer comparações entre um e outro, pois sabemos que o regime militar, além de ter durado pouco tempo em comparação com a ditadura cubana, foi muito menos letal. 

 

Infelizmente, é muito difícil tentar compreender porque um esquerdista vê o mundo da forma como vê; afinal, o conjunto de crenças da esquerda é tão absurdamente infantil, que é inconcebível ver que pessoas adultas aderem a ele. É algo tão superficial e vazio, uma fórmula pronta, artificial, que apresenta uma visão de mundo tão simplória e ordinária – em momento algum contempla as complexidades da natureza humana – que é simplesmente estarrecedor assimilar que exista tal ideologia. 

 

Quão putrefata deve estar a mentalidade e a capacidade de raciocínio de uma pessoa para acreditar em um sistema de crenças tão absurdo? Socialismo e comunismo são do bem, o problema do mundo é o capitalismo. Cuba e Venezuela não são ditaduras. Todas as pessoas do mundo são puras, boas e sacrossantas, menos o homem branco, capitalista, cristão, conservador, heterossexual. Este é o responsável por todos os problemas da humanidade. Se um homem é rico, ele é do mal. Mas se for um rico de esquerda, ele é do bem. Criminosos são vítimas da sociedade, e não devem enfrentar as consequências de suas ações; afinal, a responsabilidade individual não existe. Precisamos pagar a dívida histórica (mas você não escravizou ninguém, e a escravidão foi abolida há cento e trinta anos). Todos os países do mundo são paradisíacos e maravilhosos, menos os Estados Unidos imperialista, o grande responsável por tudo o que há de maléfico no mundo. O Oriente Médio seria um paraíso se Israel não existisse. Armas matam, é melhor restringir completamente o acesso para o cidadão comum, e deixa-lo completamente vulnerável e indefeso diante da ação de criminosos, para ele ser assaltado e assassinado com mais facilidade. Vamos defender os direitos das mulheres através do sufrágio universal e do feminismo, mas vamos ficar completamente omissos e calados diante da violência e da opressão que as mulheres sofrem em países muçulmanos, tendo seus rostos queimados em ataques realizados com ácido, quando recusam-se a serem subjugadas pela machista sociedade patriarcal que as escraviza. Vamos falar de islamofobia, mas vamos ignorar completamente os atentados terroristas cometidos por muçulmanos. Vamos falar de islamofobia novamente, mas vamos ignorar completamente a cristofobia, jamais mencionando que o cristianismo é a religião mais perseguida do mundo, e que aproximadamente cento e cinquenta mil cristãos são assassinados por ano – a grande maioria em países muçulmanos – em decorrência de suas crenças religiosas. E quem não concorda com este conjunto doentio, infantil e absurdo de crenças, que são resultado de uma completa e total distorção da realidade objetiva, é um fascista opressor. 

 

De fato, o esquerdismo é tão aterrador, que é muito difícil conceber o fato de que existam pessoas com um nível tão grande de deficiências intelectuais, a ponto de rejeitar a realidade em favor de fantasias. Não obstante, é muito fácil ver que todos os esquerdistas, sem exceções, foram sistematicamente doutrinados. Isso não acontece com quem simplesmente obedece a ordem natural, e analisa os fatos como estes realmente se apresentam, sem distorcê-los por um viés ideológico. O conservadorismo, por definição, não requer doutrinação alguma. Ele é o estado natural do homem.  

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Ode aos babacas

December 5, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square