© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Do que eles tem medo?

July 10, 2019

Enquanto João Santana confirma hoje na CPI do BNDES a intromissão de lula nas eleições de outros países para eleger candidatos de ideologia de esquerda, deputado do PT tem a coragem de citar o intercePT e diz que João Santana teria sido coagido a implicar lula. O próprio João Santana nega. 

 

O pagamento a João Santana foi feito pela Odebrecht a mando de lula e intermediado pelo “italiano” (o codinome de Palocci), a pedido de Emilio Odebrecht. O dinheiro vinha de saldo da propina devida pelo dinheiro do BNDES para obras da empreiteira no exterior, que concentrava 80% dos financiamentos nesse segmento.

Pensar que essas operações de crédito eram feitas com juros subsidiados e carências de até 26 anos para começarem a pagar.

 

Aí 40 advogados de réus da Lava Jato reúnem-se com com o receptador do crime dos hackers, mais Nelson Jobim ex-ministro do STF e do lula, que se tornou sócio do BTG Pactual de Andre Esteves, banco que comprou o controle da Veja e é sócio do UOL, braço da internet da Folha de São Paulo, fora o que não se sabe a respeito de outros veículos de comunicação. Andre Esteves, que já esteve preso em Bangu, teve ação arquivada no STF e, segundo o site ADVFN news, foi absolvido pelo Juiz da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, Ricardo Leite, junto com o ex-presidente lula e mais quatro pessoas em um processo de obstrução de justiça na tentativa de compra de silêncio de um ex-diretor da Petrobras [Nestor Cerveró] no âmbito da Operação Lava Jato. O ex-senador Delcídio do Amaral, protagonista do processo e quem supostamente negociou o silêncio do executivo, também foi absolvido, diz o G1.

“Leite achou as provas insuficientes e disse que a acusação de obstrução estava baseada somente em afirmações de terceiros. Essa é a primeira absolvição de Lula nos processos relacionados à Lava Jato.”

 

No entanto, Andre Esteves foi identificado por Palocci como o “banqueiro do lula”. O fim da operação Lava Jato seria extremamente benéfico para muita gente dos altos escalões do mundo jurídico, empresarial e político.

 

O desespero é tanto que fingem que valem como prova mensagens falsificadas obtidas por hackers contratados para cometerem o crime e pagos a peso de ouro.

 

Esperamos ansiosos a PF descobrir quem pagou os hackers, porque o receptador do crime já conhecemos. É o Verdevaldo, o ativista político glenn greenwald, que finge ter sido laureado com um prêmio Pulitzer que nunca recebeu, e o intercePT, que está em nome de um filiado ao PSOL.

 

Segundo denúncias do Pavão Misterioso, wyllys do PSOL-RJ teria vendido o mandato para davi miranda do PSOL-RJ, e levado um calote, que marcelo freixo PSOL-RJ estava tentando resolver com um doleiro da Argentina amigo do paulo pimenta do PT, codinome Montanha na planilha de propinas da Odebrecht e chamado de rato nas conversas hackeadas pelo Pavão.

 

O incrível de tudo isso é que, apesar de acusações gravíssimas com informações com números de documentos etc., até agora nenhum dos hackeados do PSOL pediu à Polícia Federal uma investigação do crime. Do que eles tem medo?

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O poder paralelo

November 16, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square