© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

Há uma OAB no meio do caminho

August 7, 2019

Batem no Bolsonaro, esculhambam o Bolsonaro, querem crucifixar o Bolsonaro por ter dito o que disse,mas ninguém é capaz de observar que a causa da morte e a autoria da morte do pai (Fernando Santa Cruz) do presidente da OAB (Felipe Santa Cruz), neste instante, é um problema menor, adjacente...

O problema central – que é gravíssimo ! – é termos um presidente da Ordem dos Advogados do Brasil com fortes ligações com o PT e que, em consequência, é contra a Lava Jato e defensor das organizações criminosas que infestam o país por leniência e cumplicidade desse partido.

Quem acompanha o desenvolvimento da internet consegue enxergar que a profissão do advogado já está fortemente ameaçada pelas tecnologias de informação. E se essa categoria não agir rápido para eliminar Felipe Santa Cruz da liderança e substituí-lo por um homem – ou uma mulher – mais preparado para o cargo e totalmente apartidário, capaz de cerrar fileiras contra a corrupção interna e externa, a disrupção vai-se acelerar.

É MUITO TEMPO
Três anos de mandato é prazo excessivamente longo para suportar desmandos e conivência com o crime...

Os problemas que a profissão enfrenta nestes dias turbulentos da República já são enormes e passam a exigir a colaboração irrestrita da entidade de classe para resolvê-los...

A corrupção, como bem registrou o historiador Laurentino Gomes, vem lá de trás, do período colonial mas foi nestas duas décadas do novo milênio que ela foi exacerbada, tornando-se sistêmica...

E foi também a contar de 2014 que o país começou a combatê-la com maior disposição e amplitude através da Lava Jato, que nasceu e se fortaleceu em Curitiba, sendo emulada, por enquanto, pelo Rio de Janeiro e Brasília...

Desde então, a sociedade brasileira começou a enfrentar forças poderosas que desejam perpetuar a impunidade e a corrupção.

NOVA CASTA
Perplexa e indignada, a Sociedade Brasileira observa o surgimento de um novo fenômeno: como se fosse uma nova casta de cidadãos acima da lei, movimenta-se pela República uma legião de advogados que se locupleta com fatias gordas do dinheiro rapinado...acumulam fortunas, exibem sinais exteriores de riqueza e a sociedade brasileira está proibida de saber como até presidiários conseguem dinheiro pra pagar levas e mais levas de advogados...

Só para ilustrar: surgiram boatos fortíssimos de que um medalhão da advocacia recebeu nada menos de 60 milhões de reais para preparar um único habeas-corpus em favor do presidiário Luiz Inácio...

LEIS OBSOLETAS
A lei federal que instituiu o Estatuto da Advocacia (Lei 8.906/1994), o artigo 133 da Constituição de 1988 – “O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei” - e ainda o artigo 154 do Código Penal asseguram o sigilo de todos os procedimentos do advogado, inclusive o valor de honorários e a origem e identidade de quem paga.

Diante desse aparato legal, o que pode fazer a OAB ? É simples, se tivéssemos honradez no comando da entidade: dar início a um movimento supra partidário de atualização das leis com o objetivo de evitar que as leis sirvam pra proteger criminosos, corruptos e corruptores.

Os processos que envolvam interesse público têm de ter total transparência e as entidades de classe devem ser as primeiras a alertar a sociedade de que uma lei precisa ser atualizada...

O CRIME COMPENSA
Vejam esse outro caso: logo depois do atentado contra o deputado e candidato a presidente em Juiz de Fora, Jair Messias Bolsonaro, surgiu uma banca de advocacia famosa de Minas Gerais para defender o autor, Adélio Bispo dos Santos, preso em flagrante...

O juiz Bruno Souza Savino, da Terceira Vara Federal de Juiz de Fora, expediu mandados de busca e apreensão contra um dos advogados de Adélio. Pressurosa, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Minas Gerais entrou com mandado de segurança junto ao Tribunal Regional Federal (TRF) da Primeira Região (TRF1) em Brasilia, para que o advogado Zanone Manuel de Oliveira não seja obrigado a informar quem pagou seus honorários para que ele atuasse na defesa de Adélio Bispo de Oliveira.

É de deixar indignados a todos os brasileiros de bem, mas as leis que protegem o advogado protegem também os criminosos.

Ocorrido nos primeiros dias de setembro de 2018, o inquérito sobre o caso poderia ganhar celeridade e ser resolvido em algumas semanas, mas há uma OAB no meio do caminho, no meio do caminho há uma OAB...

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square