© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

O preço das benesses ideológicas

August 28, 2019

Recentemente, aqui mesmo, dissemos que não existe comunista no meio artístico. São profissionais que se valem da promoção que o engajamento ideológico confere. Nossos artistas alcançaram o estrelato pelo simples fato de se dizerem esquerdas, e sustentam o luxo xingando quem é democrata de fascista. Bem fácil.

 

Bem no final, com pouco destaque registramos a conta que precisam pagar pelas benesses.

 

Mas esse registro merece algum destaque. Não pode ficar esquecido no rodapé de uma página. Hoje pensei nisso, e fiquei com certa pena dos nossos milionários comunistas da MPB e da TV.

 

Vamos pegar como exemplo nosso radiante comunista Chico Buarque. Ele explorou com raro talento sua ideologia promocional, e onde vive o nosso herói? - Ora, com tanto talento, foi cair na "Île Saint-Louis". Quando falamos em ilha imaginamos um marzão cercando um pedaço de terra, imaginamos Cuba, Paquetá, Skorpios com Onassis dentro cobrando o cachê que pagou à Jackeline, e acabamos esquecendo que também existe ilha no Rio Sena, no sofisticado coração de Paris. (A uns 15 minutos a pé do apartamento de FHC na Avenue Foch, outro privilégio de príncipes árabes e socialistas brasileiros).

 

Pois foi em Île Saint-Louis que nosso herói se instalou. Não é qualquer capitalista que pode morar em tal ilhota. Mas para um bom comunista isso é mole.

 

Acontece que há um preço por esse privilégio ideológico. Fosse eu, não sairia de lá nem para comprar baguete ou dar uma voltinha no quartier latin. Incorporaria o personagem Robinson Crusoe e lá ficaria ilhado. Pra sempre. Mas nosso herói do esquerdismo não pode fazer isso. E por que não pode? Não pode porque tem contas a pagar pelas benesses Oficiais e rentável idolatria da imprensa. O Liberation, jornal comunista de Paris, está bem ali de olho.

 

Chato, né? Imagina sair da ilha do rio Sena para manifestações da CUT e MST só para ser visto gritando Lula Livre! Ou fazer vigília de alguns minutos na PF de Curitiba só para tirar umas fotos e divulgar o apoio incondicional ao larápio nacional.

 

Essa é a dívida dos ideológicos profissionais.

 

E se o PT, com suas conexões democráticas com o Hamas, pedir ao Chico para hospedar alguns guerrilheiros sunitas em sua ilha, ele terá que hospedá-los. É só um exemplo esdrúxulo, mas se acontecer nosso comunista autêntico acatará, mesmo com mau grado. E Caetano morreria de inveja.

 

Dois turcos e um iraquiano na casa do Caetano, por sugestão do PT, seria o álibi ideal, para sua eterna e camuflada inversão sexual, pois tem vergonha, e se tem vergonha falta caráter.

 

Sim. Gosto, sim de sacanear esses caras! É o que merecem, pois o Brasil para eles não existe. A Amazônia não é do Brasil, e o povo brasileiro é uma abstração sem cara.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O poder paralelo

November 16, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square