© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

CPI das fake news

September 12, 2019

Sobre a CPI das fake news:não serve para nada.

Vamos aos fatos.

A relatora da CPI é a Senadora Lídice da Mata.Ela foi do PMDB (1982-1986),saiu e filiou-se ao PCdoB ,(1986-1992),depois foi para o PSDB (1992-1997)e agora está no PSB desde então.. 

Lídice da Mata propaga a fake news de que Lula é preso político. 

Não,Lula não é preso político.Isso é mentira.Já foi condenado DUAS vezes.Primeiro, em todas as instâncias,pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro,no caso do triplex do Guarujá.Em seguida,em primeira instância,pelos crimes de corrupção e,novamente,lavagem de dinheiro.O presidiário é réu em mais NOVE processos por crimes diversos.Onde está a condenação “política”? 

 

O que vai acontecer?Todos os parlamentares que divulgam essa fake news de “Lula preso político”,no Brasil e no exterior,também serão chamados para depor?E a CPI pedirá que sejam julgados e condenados? Ou a comissão acha que notícia mentirosa é falar verdades sobre os membros da organização criminosa que destruiu o Brasil,que felizmente está sendo reconstruído a duras penas e com muita coragem pelo governo do presidente Bolsonaro?

 

Essa CPI é falta do que fazer.Custa caro e quem paga somos nós.

Por que não se ocupam em votar o fim do foro privilegiado ou o impeachment de ministros de altas cortes?Afinal, há um pedido muitíssimo bem fundamentado entregue por Janaína Paschoal.Foi assinado pela deputada estadual que recebeu mais de 2 milhões de votos e por três integrantes do grupo Ministério Público Pró-Sociedade:o procurador do MP de Minas Gerais Márcio Luís Chila Freyesleben,o promotor do MP de Santa Catarina Rafael Meira Luz e o promotor do Distrito Federal e Territórios Renato Barão Varalda.

 

Segundo matéria da Veja, o pedido “foi motivado pela decisão do ministro Toffoli de suspender todos os processos judiciais instaurados sem a autorização da Justiça que envolvam dados compartilhados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e pela Receita Federal.”

“... Em outro trecho, os autores do pedido afirmam que a “decisão criminosa” do ministro “poderia ser questionada à exaustão”.

“Desde quando é possível paralisar todas as forças de repressão de um país,em uma decisão monocrática exarada em um pedido avulso?Desde quando um presidente do Supremo Tribunal Federal,em meio a tantos pedidos urgentes, despacha, em pleno recesso, petição dessa natureza?”, escrevem.

 

Em sua conta no Twitter, o MP Pró-Sociedade disse que o Senado “não pode se furtar” do “dever constitucional” de analisar o pedido de impeachment.”

Sem falar em outros pedidos protocolados pelo jurista Modesto Carvalhosa, que entrou com uma queixa -crime contra o presidente do Senado,Davi Alcolumbre, pelos crimes de prevaricação, fraude processual e abuso de autoridade.O motivo?O presidente do Senado se recusa a dar andamento aos pedidos de impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal,em denúncias de crimes de responsabilidade atribuídos a Gilmar Mendes,Dias Toffoli e Alexandre de Moraes”.

 

Há muita coisa útil para ser feita pelos congressistas que só trabalham três dias por semana,ao contrário de todos os brasileiros. Sem falar nos recessos.E que legislam em causa própria para obter vantagens de matar qualquer pessoa de vergonha. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Flagrante atentado à ordem pública

November 19, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square