© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

O canalha já nasce com 50 anos

October 19, 2019

Ninguém se difere entre os políticos brasileiros, não há um que seja mais do que o outro. Alcolumbre é Renan e Renan é Alcolumbre. É espantosa a capacidade de renovação de canalhas na nossa política. Muitos dizem que Alcolumbre é o Batoré, mas não é, ele é o Renan, é o Lobão, é o Sarney, jamais o Batoré. Respeitemos o simplório Batoré.

 

E Rodrigo Maia é cem porcento os dois, são o mesmo peso e a mesma medida na traição à pátria e na prática da corrupção. E a eles aliam-se como protetores a fina flor da bandidagem do STF, onde a calhordice chegou ao ápice e bateu no teto. Só não extrapola vazando o telhado porque em cima as Forças Armadas estão estacionadas.

 

Agora vamos aos neocanalhas de oportunidade.

 

O ator pornô e o pretenso artista Lobão apoiaram Bolsonaro achando que teriam cargo em troca. Como o Presidente não é traidor do povo e se mantém firme, essas figuras de caráter ocioso e sem expressão simplesmente passaram a atacá-lo. Como Chico e a turma do dendê, também para os dois o Brasil não existe, duzentos milhões são farelos que alimentam porcos como eles.

Todos picaretas. Dizem que Lobão queria ser ministro; o ator pornô, também. Meu deus! Imaginem essas exóticas figuras como ministros. Que prato cheio para a imprensa esquerdopata! Seria o fim do nosso Presidente. 

 

A falta de auto-crítica dessas figurinhas é doentia; pensam que são alguma coisa só porque apareceram na Globo algumas vezes. Globo, essa nossa grande usina de débeis mentais e jornalistas militantes, analfabetos funcionais e atados como unha e carne ao crime.

 

Um deputado eleito às custas de Bolsonaro lidera a turma da traição, porque não consegue fazer valer a política velha do toma-lá-dá-cá. Um tal que ninguém conhecia. E o canalha diz que vai implodir Bolsonaro.

Enquanto escrevo soube que ele, sim, já explodiu. Em um dia após o vazamento da traição mais calhorda do ano.

 

Joice Hasselman, que esteve em todas as fotos e filmagens ao lado do Presidente; bem, bastou uma cantada do outro traidor, Doria, para ser candidata à Prefeitura de SP, e ela começou a jogar contra o Presidente, o que é o mesmo que desejar a volta do Brasil para as mãos dos bandidos tradicionais e hereditários.

E aqueles milhares de vídeos cansativos, chatos com postura de mulher séria e patriota, que conquistaram um milhão de votos? O que fazer com eles? A sina da traição impediu seu raciocínio. Joice, com descendência judaica, alia-se à turma que apoia a destruição Israel. 

 

O triste é que essas pessoas se vendem muito barato, uma promessa no pé do ouvido foi suficiente para a senhorita Hasselman tirar calcinha. O bom na política brasileira é a facilidade que temos para descobrir o caráter de todos. O que está acontecendo no PSL é uma traição corriqueira, sempre existiu em todos os partidos. Mas esse jogo sujo de traição ao povo, agora não encontra mais um presidente para compactuar e validar. Por isso, a maioria deles prefere um ladrão na presidência.

 

A política nos prova que não existe canalha velho e canalha novo.

Mesmo nascendo em épocas diferentes, todos nascem com cinquenta anos. Calçando sapatos e carregando um guarda-chuva pendurado no braço. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Futurologices

November 14, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square