© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

O Foro de São Paulo se reinventa

October 23, 2019

Depois de anos sendo "ignorado", e visto como uma "teoria da conspiração" pela grande imprensa, agora surge com nova roupagem, com novo nome, querendo descaracterizar os abusos cometidos em vários países da América Latina, incluindo o uso do Estado para práticas de fraudes eleitorais, populismo, corrupção, loteamento de cargos, terrorismo, e até mesmo o tráfico de drogas.


A nova máscara adotada é chamada de "Grupo de Puebla", que segundo os organizadores, seria um contraponto ao Grupo de Lima, formado em 2017 para denunciar as atrocidades cometidas pelo governo de Maduro, na Venezuela.


O evento promovido em julho deste ano, na cidade de Puebla, no México, usa o termo "Progressivamente" como rótulo para dar ao comunismo bolivariano, um ar de "modernidade" e nova paternidade.


Eis alguns membros "ilustres" do grupo:
- Lula da Silva (representado por Aloízio Mercadante)
- Dilma Rousseff (Brasil)
- Fernando Lugo (Paraguai)
- Ernesto Samper (Colômbia)
- Leonel Fernández (República Dominicana)
- José Luis Rodríguez Zapatero (Espanha)
- Carlos Ominami (Chile)
- Marco Ominami (Chile)
- José Miguel Insulza (ex-secretário da OEA)
- Yeidckol Polevsky (representando Lopez Obrador, presidente do México)
- Daniel Martínez (Uruguai)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Futurologices

November 14, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square