© Todos os direitos reservados

Re-União 2017

A "justiça" brasileira ama os ricos e poderosos — e a esquerda também

November 16, 2019

Agora que o chefe da quadrilha está solto, a esquerda encontra-se radiante. Sim, os canhotos ainda estão celebrando a liberdade de Lula, que — como todo membro da elite —, pôde comprar sua liberdade porque é um indivíduo excepcionalmente rico. Um pobre, como sabemos, não dispõe de meios financeiros para apelar continuamente, e passar por todas as instâncias permitidas pelos infindáveis recursos do sistema judiciário tupiniquim. O "estado democrático de direito" funciona muito bem para os ricos. Para políticos poderosos, que tem dinheiro, contatos e conexões, a "justiça" funciona de maneira formidável, sem dúvida nenhuma. Não importa as bestialidades e os crimes nefastos que eles tenham cometido, se eles tem dinheiro e conexões, eles conquistam a liberdade com certa facilidade. 

 

O PT é uma gangue de criminosos, ladrões, facínoras e contraventores da pior espécie. Qualquer pessoa sabe disso. A cúpula do partido usa, sempre usou e continuará usando os idiotas úteis como a linha de frente; enquanto a militância se desgastava como massa de manobra — quando esteve no poder —, a cúpula do partido desfalcava os cofres públicos, em nome da riqueza pessoal. Encheram a bunda de grana, enriqueceram como poucos na história desse país. Ignorando os fatos, no entanto, legiões de retardados mentais imbecis e ignorantes continuaram a berrar "Lula Livre" a plenos pulmões, acreditando piamente na inocência do seu sacrossanto líder. E agora, comemoram o fato do líder máximo da organização criminosa estar solto. Claro, sendo tão rico e recompensando de forma generosa os membros de um Supremo aparelhado, qualquer um consegue.  

 

O que as legiões de fanáticos militantes burros, cegos, retardados, imbecis e idólatras são completamente incapazes de perceber, é que, longe de trabalhar para proletários, trabalhadores, pessoas comuns, homens do povo — jargões que a esquerda adora repetir —, a militância trabalha de graça para alguns dos criminosos mais absurdamente ricos que esse país já viu. 

 

No ano passado, a defesa do líder da ORCRIM havia solicitado à justiça o desbloqueio dos bens do messias da seita petista, estimados em um valor de dezesseis milhões de reais. Fortuna que deixaria muito capitalista por aí morrendo de inveja! Mas é claro, isso os integrantes da seita não enxergam, não divulgam, não é conveniente. O negócio é conferir à Lula a imagem de pobre proletário, para continuar enganando as massas, sistematicamente. E por incrível que pareça, existem otários que realmente acreditam na farsa de que Lula é um homem do povo, quando na verdade ele é um dos maiores burgueses que existem em nosso país. Toda a sua fortuna, no entanto, é resultado de roubo e espoliação, praticados de forma criminosa contra toda a sociedade brasileira.  

 

Mas longe de ser apenas Lula, toda a alta cúpula do partido — ou melhor, da seita petista — está não apenas envolvida nos mais ilícitos e deploráveis esquemas de corrupção da história, como tornaram-se todos multimilionários. No início do ano passado, a polícia federal apurou que Gleisi Hoffmann recebeu mais de vinte e três milhões de reais em propinas. Ela recebeu dez milhões da JBS, sete milhões que foram afanados do Ministério do Planejamento, cinco milhões da  Odebrecht e um milhão da Petrobrás. Lindbergh Farias recebeu entre 2008 e 2010 aproximadamente 4,5 milhões de reais em propinas da Odebrecht. Jaques Wagner recebeu aproximadamente oitenta e dois milhões da OAS e da Odebrecht em obras superfaturadas, referentes ao estádio da Fonte Nova. E isso são apenas alguns exemplos básicos. Sabemos que, se fosse devidamente listada cada contravenção, com sua respectiva riqueza de detalhes, todos os crimes perpetrados pela seita petista ocupariam pautas, relatórios, laudas, minutas e processos que não acabariam mais, e precisariam sem dúvida nenhuma de um estádio de futebol para serem devidamente catalogados e arquivados. E acredito sinceramente que faltaria espaço. 

 

Quando falamos em PT, falamos de criminosos desesperados para chegar ao poder e se locupletar, enriquecer. É o que sempre acontece, com todos os socialistas, quando chegam ao poder. Falam mal do capitalismo, mas a primeira coisa que fazem quando se tornam o governo é enriquecer avidamente. Claro, o desejo de todo socialista é ser um capitalista podre de rico. Apenas a militância de retardados não consegue ver o óbvio; negam enfaticamente a realidade, para continuar vivendo na sua fantasia infantil. Preferem acreditar piamente que o seu venerado deus Lula é uma criatura iluminada, doce, santificada, benévola, a entidade mais pura que já existiu sobre a face da Terra. Qualquer afirmação em contrário é intriga da "direita fascista". 

 

Essa gente — quando resolve enriquecer os próprios bolsos — realmente não brinca em serviço. Quantidades pequenas, nem pensar. Eles só pensam dos milhões pra cima. Bem coisa de socialista, mesmo! E a esquerda, como sempre, não para de venerar os seus deuses de carne e osso, absurdamente ricos, enquanto afirma proteger e defender os pobres. Quanta mentira, falácia, hipocrisia. Ainda bem que o continente americano inteiro está despertando, e hoje compreende, mais do que nunca, a depravação bestial que é a esquerda. E que ela se importa unicamente com os ricos. Não tem, na verdade nunca teve, a menor consideração para com os pobres, que são usados unicamente como massa de manobra e capital político. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Dallagnol processa Gilmar Mendes

December 9, 2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square